Autores.com.br

EntrarCadastrar-se
Início » Artigos / Textos » Todos Textos
A+ R A-
Enviado por: Mone Carmo
Mone Carmo

A Importância da Administração de cargos e Salários para Organização & Colaboradores

Enviar por e-mail
"É sabido que o salário não é o único condicionante do comportamento das pessoas no trabalho. Outros fatores estão presentes e o salário deve ser analisado nesse contexto para que não tendamos a tratar como salários questões não salariais ou, pelo menos, não exclusivamente salariais."
(Luiz Paschoal )

autor do Livro :
Administração de Cargos e Salários - Manual Prático e novas Metodologias.

Trabalho não é visto como esporte, mais sim uma necessidade de sobrevivência.
O salário é o elo entre organização e colaborador mais nos dias atuais outros fatores estão surgindo de formas mais sutis dentro do contexto em valorizar o capital humano agregando outros tipos de benefícios que estimulem os colaboradores bem mais do que o salário em si, porém o valor é o motivo por está no mercado competitivo, que fala mais alto no fim do mês - O Salário.

O mundo organizacional em um curto espaço de tempo sofre freqüentes mudanças passando a ser questionada a cada nova forma de implantar, agir e ou evoluir com novas técnicas descobertas todos os dias. Hoje são poucos os profissionais capacitados para apresentar e desenvolver projetos de cargos e salários, sem utilizar procedimentos já implantados em organizações semelhantes. Uma organização que busca um profissional para esta finalidade tem que ter em mente que não é simplesmente catalogar cargos e funções já existentes com o salário aplicado dentro da empresa comparando-o com o praticado no mercado de trabalho, desta análise superficial se tira uma média entre máximo e mínimo. Na verdade, quando se tem esse interesse por parte de diretorias e gerencias de implantar um projeto tão grandioso, trabalhoso louvável e bonito; quer dizer na verdade que há a necessidade de conhecer e saber quem são seus funcionários e quais seus direitos e deveres dentro da organização. O que se percebe na grande maioria dos casos é que diretoria não sabe na verdade pra quem, e nem o porque de autorizar o pagamento para aquela planilhas que contem apenas nome, função e o valor a ser pago. Muitos dirigentes, se perguntam na hora de assinar tal planilha de custo " o que posso exigir de cada um?"; "será que esta função é necessária?" ; "Será que todos estão na posição correta dentro do meu organograma?"; "Será que conhecem e se reconhecem dentro do organograma?" ; "Será que não há necessidade de criar um setor e ou cargo para desafogar e dividir tarefas com aquele setor que não consegue me oferecer metas positivas dentro de prazos?".

A administração de cargos e salários serve para estimular o cliente interno a se desenvolver e se fazer jus de sua participação no desenvolvimento da organização no mercado competitivo. A administração de cargos e salários refletem em dois grandes focos (trabalhador / empresa) visto do lado do trabalhador, poderá ser refletido como retribuição justa, reconhecimento e motivação com o padrão de vida a ser melhorado; já do lado da empresa é revertido em conhecimento real de custo com folha de pagamento, influencia no clima organizacional, alterando até mesmo o melhoramento dos serviços realizados pelos colaboradores, além de enxugar custos quando possível e adaptar a satisfação de pelo menos 50% empregado e 50% empregador.

Em suma, a administração de cargos e salários tem o poder de desmistificar que o salário não deve ser visto apenas como fonte de necessidade de sobrevivência para o trabalhador, assim como, também não deve ser visto para diretorias e gerencias como folha de custo no final do mês. Logo uma organização preocupada com questão salarial de seus colaboradores, precisa está cercada de um profissional com boa capacidade de equacionar, administrar e identificar situações problemas com o intuito de resolvê-lo da maneira mais objetiva, clara e satisfatória a ambas as partes. O profissional deve possuir características que o torne pouco comum ao mercado, como: eclético; raciocínios abstratos, lógicos e numéricos; facilidade verbal e escrita; compreender a natureza humana; e conhecer o clima organizacional e a realidade da empresa.

O bom profissional deve primeiramente seguir o seguinte caminho:

1 - Informações sobre todos os cargos existente
2 - Cargos e Hierarquia
3 - Informação sobre o mercado do mesmo ramo
4 - Política salarial Interna e externa do ramo
5 - estrutura salarial.

E válido lembrar que muitas organizações tentam resolver sua questão salarial quase que exclusivamente com pesquisa salarial. É evidente que a questão fica mal resolvida, pois a pesquisa não resulta em equilíbrio interno. Alias, até a competitividade externa fica duvidosa, pois a organização não apresenta um sistema próprio de checagem de dados constante no mercado com suas mudanças, logo a margem de erros é comum sendo apenas uma medida de pesquisa e não de praticas implantadas com seus devidos acompanhamentos.

Entrar