Autores.com.br

EntrarCadastrar-se
Início » Artigos / Textos » Todos Textos
A+ R A-
Todos Textos

Todos Textos » Literatura » Fábulas

Fábulas

É uma pequena narrativa fantasiosa onde se permite personificar animais irracionais e até objetos inanimados, mesclados ou não com personagens humanos. Descreve um fato aleatório de pura ficção, mas esconde por traz da metáfora, uma lição de moral que se revela ao final da composição.

Autores de Fábula: Esopo, La Fontaine, Monteiro Lobato

Resultados 1 - 10 de 44

Literatura/Fábulas
Autor:Rafael Arcângelo Machado
Ao cair de uma tarde de céu nublado, do alto de um galho de uma árvore, uma coruja percebeu um asno afoito, prestes a se imergir nas águas de uma lagoa, para atravessar para o outro lado da floresta. Em tempo de impedir que o asno adentrasse naquele espelho d`água repleto de jacarés, a...
Segunda, 15 Setembro 2014 | 92 ace |  Enviar por e-mail | Relatar | Leia mais
Literatura/Fábulas
Autor:Autor desconhecido
O cão me disse... Au, Au, Au, Au ,Au. Cansei disto... Miau!   Seja diferente para que o mundo te perceba.   não custa nada tentar.
Sexta, 02 Maio 2014 | 158 ace | 3 Comentários |  Enviar por e-mail | Relatar
Literatura/Fábulas
Autor:Fernan de Souza
Havia num jardim uma suntuosa Rosa Vermelha. De pele aveludada e de tamanho exuberante. Toda manhã, os bichos do jardim iam admirá-la. Subiam nas suas folhagens, ficavam em seu longo caule, todos ficavam atônitos com sua beleza! Despertando do seu soninho, a Rosa Vermelha sabia que teria...
Segunda, 10 Março 2014 | 470 ace | 10 Comentários |  Enviar por e-mail | Relatar | Leia mais
Literatura/Fábulas
Autor:Drug
Uma música, uma frase, pequenas coisas que te fazem refletir mais de uma vez, já parou pra pensar que o seu único objetivo é ser feliz ? Afinal, não é isso que todos querem ? Ser feliz. O que isso significa pra você ? O significa dessa palavra depende de quem você é. Para as mães é ver...
Segunda, 24 Fevereiro 2014 | 171 ace |  Enviar por e-mail | Relatar | Leia mais
Literatura/Fábulas
Autor:Drug
Por várias noites escutei tua voz e corri ao teu encontro, sem saber aonde iria, mas fui era a sua voz que estava ali e eu precisava ouvi-la mais de perto. Quanto mais eu corria, mas a voz se afastava aquilo estava me agoniando eu queria ela perto e ela não se aproximava. Parei por um momento e...
Segunda, 24 Fevereiro 2014 | 165 ace | 1 Comentário |  Enviar por e-mail | Relatar | Leia mais
Literatura/Fábulas
Autor:Vinícius Magalhães
Era uma vez, um terreiro, Onde havia um galinheiro, E pousadas em um poleiro, De um velho fazendeiro;   Três criaturas de penas, Três beldades apenas, Á vista Fulana, Beltrana, E outra chamada Sicrana;   E também havia cá, Metido a ser sabiá, Um galo perdido no céu,...
Segunda, 11 Novembro 2013 | 688 ace |  Enviar por e-mail | Relatar | Leia mais
Literatura/Fábulas
Autor:Amário
   Encruzilhada (Chamas da meia noite) Já eram quase onze horas da noite quando uma imagem solitária cruzou a rua dos pássaros. Seus cabelos loiros e entrançados mantinham-se fixos como um caracol preso a uma presilha de prata, enquanto seu vestido branco banhava-se com a luz do...
Domingo, 29 Setembro 2013 | 129 ace |  Enviar por e-mail | Relatar | Leia mais
Literatura/Fábulas
Autor:Gilberto Rabelo Profeta
Mendel levava aquela vidinha monótona de mosteiro, acordar cedo, rezar, fazer pães e depois ficar olhando o tempo escoando na areia da ampulheta, sabe qual? Aquele reloginho para desocupados que você tem de ficar virando para contar o tempo. Quando via o céu escurecendo, ficava feliz da vida,...
Sábado, 04 Maio 2013 | 656 ace | 2 Comentários |  Enviar por e-mail | Relatar | Leia mais
Literatura/Fábulas
Autor:César Martins
Beijo cicatrizado no olhar da face em mormaço. Lágrimas lembranças corroídas por um tempo corroído. Tempos de carne; tempos de aço.  Dias sugados pelos gritos do amanhã. No alívio do ódio, um passo à rua, solitário. Tempos de tudo; tempos de nada. Na esquina que mira o...
Sexta, 11 Janeiro 2013 | 350 ace | 1 Comentário |  Enviar por e-mail | Relatar | Leia mais
Literatura/Fábulas
Autor:Guilherme P Lima
Encontrei-me perdido entre a cafeteira e a filosofia. De certo não havia mais nenhum outro lugar confortável que eu pudesse ir. Organizei as notas na gaveta e escrevi uma carta à governanta. O leitor pode ficar curioso quanto à filosofia e isto, em si, é um bom sinal. Fui convocado, abandonei...
Sexta, 11 Janeiro 2013 | 387 ace | 4 Comentários |  Enviar por e-mail | Relatar | Leia mais

Página 1 de 5

Entrar