Autores.com.br

EntrarCadastrar-se
Início » Artigos / Textos » Todos Textos
A+ R A-
Todos Textos

Todos Textos » Literatura » Prosa Poética

Prosa Poética

É uma prosa em clima lírico mas que, diferente da poesia, não se prende à regras como métrica ou rimas. É escrita em linhas longas(uma prosa) e, em geral, visa provocar um forte efeito emocional no leitor.

Autores de Prosa Poética: Cruz e Souza, Mário Quintana

Resultados 1 - 10 de 1654

Literatura/Prosa Poética
Autor:Karen Beatriz
Quem será que junta os casais? Será que já nascemos com alguém predestinado? Somos aquelas crianças inocentes sempre em busca de algo que traz felicidade. Primeiro, o sabor ideal... Depois o brinquedo certo Ai crescemos, e, continuamos a procura ... Do beijo ideal... Do abraço...
Domingo, 13 Abril 2014 | 56 ace | 2 Comentários |  Enviar por e-mail | Relatar | Leia mais
Literatura/Prosa Poética
Autor:Elias Lima
Os pensamentos da realidade chegaram E com eles, seus pesos Meu coração anda se arrastando pelo chão Mas não peço perdão e nem salvação. Vivo de fantasias, vivo de delírios Vivo de sonhos e principalmente Vivo de imaginação. Nela eu me refugio e busco o meu lugar no mundo Um mundo que...
Sexta, 04 Abril 2014 | 155 ace |  Enviar por e-mail | Relatar | Leia mais
Literatura/Prosa Poética
Autor:Fatima
Você fez morada no meu coração apaixonado. Nesse momento não consigo amar mais ninguém. Tento esquecer você! Tento apagar as suas pegadas na minha pele. Mas não consigo. Estou á deriva nesse mar de desejos. O que eu faço agora?Não consigo esquecer você. Minha alma e  o meu...
Qui, 03 Abril 2014 | 26 ace |  Enviar por e-mail | Relatar | Leia mais
Literatura/Prosa Poética
Autor:Fatima
Passo todos os dias pela mesma rua. Por causa sua meu amor. Como sempre, só observo você sentado no banco daquela praça. Olhando para você, ali sentado, enche-se de amor o meu coração. E tanta emoção eu sei, mas meu coração não tem lei. Ele está sentado alheio ás coisas desse...
Quarta, 02 Abril 2014 | 22 ace |  Enviar por e-mail | Relatar | Leia mais
Literatura/Prosa Poética
Autor:Fatima
Quero passear ao teu lado, calada eu sei. Mas,no momento é só o que podemos fazer. Mas eu quero estar do teu lado, sentir o teu cheiro. O teu cheiro é o alimento que sustenta-me. Eu quero tocar com as minhas mãos os teus cabelos. Beijar a tua boca molhada. Tocar na tua face tão...
Terça, 01 Abril 2014 | 23 ace |  Enviar por e-mail | Relatar | Leia mais
Literatura/Prosa Poética
Autor:Elias Lima
Eu tenho tentado sufocar todos os meus pensamentos Tenho tentado ignorar todos estes sentimentos destrutivos aqui, Eu não quis me ouvir e agora eu estou me perdendo Em mim mesmo. O nosso amor era a única força que me mantinha de pé, Mas desde que você fechou a porta do meu apartamento, Eu...
Sábado, 29 Março 2014 | 84 ace |  Enviar por e-mail | Relatar | Leia mais
Literatura/Prosa Poética
Autor:Elias Lima
Um dia eu não irei mais lembrar De tudo que perdi De tudo que senti De tudo que vivi. A vida me convidou e eu vim Acreditando que tudo seria uma doce fantasia E na desilusão, me perdi. Agora já não sei em que mundo eu existo Não sei onde estou Só sei que estou sangrando por dentro E me...
Sábado, 29 Março 2014 | 70 ace |  Enviar por e-mail | Relatar | Leia mais
Literatura/Prosa Poética
Autor:Elias Lima
Sinto a gota da chuva cair sobre o meu rosto e penetrando-me a alma. O gosto dela é amarga e triste. Fria e pesada. Sinto o peso das nuvens cinzentas cantando “trovões” com toda a sua fúria e raiva. Eu sinto muito medo. E me escondo debaixo da mesa da sala. A chuva cessa e o coração...
Sábado, 29 Março 2014 | 90 ace |  Enviar por e-mail | Relatar | Leia mais
Literatura/Prosa Poética
Autor:Fatima
Passei por aqui para dizer que eu fui lá. Passei de repente.Ela não estava lá. Eu não quis entrar. Entrar para que? meu assunto é você. Foi você que pisou na bola. Ela não!              Você conhecia o meu ser. Conhecia a minha luz. Você iludiu-me com sua fala...
Qui, 27 Março 2014 | 38 ace |  Enviar por e-mail | Relatar | Leia mais
Literatura/Prosa Poética
Autor:Elias Lima
Você invadiu minha alma como se ela estivesse livre Abrindo as janelas do meu quarto escuro, Onde eu durmo no meu sono profundo Ainda entorpecido, Tentando me libertar do seu feitiço. Como você pôde me tocar sem me sentir? Como você ousou me iludir com o seu amor? Agora que o sol se foi, Eu...
Qui, 27 Março 2014 | 89 ace | 1 Comentário |  Enviar por e-mail | Relatar | Leia mais

Página 1 de 166

Entrar