person_outline



search
  • Cartas Diversas
  • Postado em

Carta Indigesta.

Meu caro Arsubanipal, gerente e amigo.Venho eu, com essa carta, lhe fazer alguns pedidos pessoais e coletivos, pois tais serão em beneficio de todos os empregados dessa tão harmoniosa empresa, bem como há de melhorar a nossa produtividade e os lucros de tal companhia, o que há de lhe beneficiar, talvez lhe garantindo um possível aumento de salário ou uma promoção.

Tais pedidos são simples e não implicarão em grandes prejuízos para ti, e nem lhe exigirá grandes esforços. Antes que o nobre amigo me julgue como alguém egoísta e mesquinho, digo e afirmo com ênfase que faço tais pedidos em beneficio da coletividade, e visando unicamente o bem estar de todos, inclusive o teu, caso contrário não o faria, pois não sou daqueles homens de estirpe biltre que com uma atitude ímproba é inescrupulosa pede beneficio para si de maneira desonrosa, mediante a algum tipo de ameaça que comprometa a integridade moral daquele a qual tal obséquio foi requerido.

Pois bem, vamos aos pedidos:

Uma maquina de café gratuita em nosso local de trabalho, meia hora a mais de horário de almoço; aumento gradual de nosso salário; maior participação nos lucros da empresa; 14° salário; e é claro, uma quantia com um valor simbólico de 1000 reais em um lugar ainda a combinar como gratificação pela minha idéia, que modéstia à parte, é brilhante; e mais qualquer outra coisa que eu vier a lhe pedir daqui por diante, em que lhe comunicarei por carta anônima como essa.

Quero pedir-lhe também que de maneira alguma penses que tais pedidos se constituem como algum tipo de chantagem, pois o que esse é verdadeiramente é uma troca de favores, uma vez que eu lhe fiz amavelmente a gentileza de não deixar que o nosso patrão visse a fita a qual tu extravias dinheiro da empresa; e também não deixei que uma segunda fita chegasse até a tua casa, cujo conteúdo da mesma se constitui em um ato ilícito cometido por ti, juntamente com duas moças de conduta pouco louvável, e também em algumas freqüentes visitas que fizeste em um lupanar.

Sei que não haverá problema para que o nobre colega realize tais pedidos feitos por mim em nome da coletividade, uma vez que toda essa filial a qual nós trabalhamos é inteiramente subordinada a ti. Caso esses humildes e simplórios pedidos não sejam cumpridos, deixarei de lhe fazer o favor de não deixar que as fitas citadas aqui cheguem em mãos que comprometerão a sua vida profissional e pessoal drasticamente, e talvez lhe levem até a cadeia.

Um abraço apertado de seu grande amigo que só não lhe diz quem é por não gostar de ser reconhecido por tão geniosa idéia e pelos favores prestados a ti.
Pin It
Atualizado em: Dom 1 Mar 2009

Pessoas nesta conversa

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222