person_outline



search

Os Guardiões 1ª parte

novela

Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia e guardam as coisas que nelas estão escritas; porque o tempo esta próximo.

Apocalipse de São João, o Teólogo. Capitulo1, versículo 1.

Capitulo 1 - Os Guardiões - 1ª PARTE

Cena-01-Deserto de Jerusalém - Externa. Dia

Deserto de Jerusalém 1955.

O velho Padre Luide Trevian, é um arqueólogo a serviço do vaticano que investiga uma tumba, chamado por seu ex-aluno Alan Scorcese. Este caminha apoiado em sua bengala até a entrada do mausoléu, acima na entrada, estava escrito em linguagem aramaica: “Os anjos estão entre nós”. Ao lado dele o jovem chamado Alan qual era chefe da expedição o recebia e reportava as suas descobertas sobre tumba.

ALAN - Ainda bem que o senhor pode vir Padre Luide. Descobrimos coisas fantásticas nestes últimos dias. E seu conhecimento é fundamental neste achado arqueológico.

PADRE LUIDE - O que descobriram de tão inusitado senhor Alan. Que o vaticano solicitou minha presença imediata, qual conta com a minha total discrição. Afinal despenquei do outro lado do mundo, e fui interrompido no meu devido e merecido descanso. Depois de um longo mês de palestras.

ALAN - Me perdoe por isso padre Luide. Mas posso explicar porque o senhor esta aqui. Primeiro porque acredito que o senhor é o maior arqueólogo que existe na atualidade, seus feitos e descobertas são simplesmente incríveis, sem contar o fato que o senhor foi meu professor e lhe tenho grande admiração. Segundo Padre Luide, o que nós encontramos é simplesmente inacreditável e está dentro de sua maior especialidade.

PADRE LUIDE - Vamos trabalhar então senhor Alan conseguiu me convencer, apelou para o ego de um velho historiador. Por onde começamos?

ALAN – Assim que as escavações começaram, a primeira coisa que avistamos estava aqui. (apontando para inscrição na entrada da tumba) A inscrição na entrada nos mostrou que poderia se tratar de um artefato religioso.

PADRE LUIDE - (olhando para inscrição e a lendo) “Os anjos estão entre nós”. Isso não quer dizer muita coisa senhor Alan. Vi muitos artefatos com alusões a Deus, aos apóstolos, a Cristo, entre outras coisas.

ALAN – Apóstolo. O senhor disse tudo padre Luide. Descobrimos através das escrituras junto ao corpo que tratasse da tumba do 15º apóstolo de Cristo. Devidamente preservada.

PADRE LUIDE - Décimo quinto apóstolo de Cristo? Não existe na historia da bíblia um décimo quinto apostolo.

ALAN - Mas existiu Padre Luide. Vários manuscritos dentro da tumba descrevem a trajetória deste apostolo. Encontramos também outro manuscrito folheado a ouro, sua escrita é diferente de tudo que encontramos dentro da tumba. Parece uma forma singular de símbolos. No entanto as outras escrituras são de fácil tradução e revela o que existe no manuscrito dourado. Uma profecia feita para os homens escrita pelos anjos de Deus.

PADRE LUIDE - Profecia? (indagava pensativo o velho padre) Você disse anjos de Deus?Onde estão os manuscritos senhor Alan, gostaria de vê-los imediatamente.

ALAN - Mas não gostaria de olhar o interior da tumba?Ver primeiro o apóstolo padre Luide?

PADRE LUIDE – Não senhor Alan. Primeiro veremos os manuscritos que você encontrou qual tenho certeza que não estão mais dentro da tumba.

ALAN – Certamente que não padre Luide. Acompanhe-me padre até minha tenda, os manuscritos estão lá. (pondo se a caminhar) Foram os primeiros artefatos retirados da tumba.

PADRE LUIDE – Quando resolveu entrar em contato comigo senhor Alan?

ALAN - Depois de ler as escrituras e saber do que se tratava, notifiquei ao Vaticano e solicitei sua presença para ajudar na tradução, o que eles concordaram prontamente. Como disse, o seu alto conhecimento em línguas, símbolos e dialetos antigos poderão desvendar o conteúdo que este documento peculiar possui.

PADRE LUIDE - Estou com um pressentimento muito ruim sobre tudo isso. Achei que era maluquice de um velho, mas quando disse que havia encontrado uma profecia... E que a mesma fora escrita por anjos...

ALAN - Não entendi Padre, o que esta querendo dizer com isso? (parando a caminhada)

PADRE LUIDE - Venho tendo sonhos estranhos Alan, e é sobre uma profecia do caos e do medo, que nos assolarão num futuro não muito distante. Em todos esses sonhos fui visitado por um anjo. Mas achei que fosse coisa da minha cabeça, afinal de contas mergulho quase todos os dias em meus livros e nos meus achados arqueológicos.

ALAN - Eu também venho tendo sonhos estranhos a um bom tempo padre Luide, e foram esses sonhos que me trouxeram para este país. E me ajudaram a encontrar esta tumba. Apesar de sempre me atentar aos fatos como o senhor nos ensinou na faculdade, assim a arqueologia exige... Eu creio que esses sonhos, não são meros acaso ou simples coincidência...

PADRE LUIDE- (interrompendo) Talvez seja um aviso divino. Talvez seja a forma que ele encontrou de nos expor o que esta por vir. E quem sabe nosso encontro Alan, também tenha sido arranjado.

Os dois param de falar e se encaminham rapidamente para a tenda de Alan.

Cena 02 - Deserta de Jerusalém/Dentro da tenda - Interna. Dia

Já dentro da tenda o velho padre Luide esta sentado a examinar os manuscritos, que estavam devidamente ensacados sobre uma mesa, de pé Alan olhava atentamente o padre, que agora pegava uma lupa e observava as escrituras.

ALAN - Então Padre Luide? O que acha?

PADRE LUIDE – Não tenho duvida que os manuscritos sejam autênticos Alan. As escrituras revelam de forma incontestável que se trata da tumba do décimo quinto apóstolo de Cristo. Nesta outra passagem, existem instruções especificas de como deveria ser seu funeral, e salienta que o mesmo foi visitado por um anjo que lhe presenteou com vários manuscritos talhados em folha de ouro contento a profecia do caos. Aqui diz que o nome deste anjo era Neuzelan, o anjo da clarividência, o guia da luz, e por saber que todos os filhos de Deus estavam prestes a correr um grande e derradeiro perigo, ele confiou a Jacó o décimo quinto apóstolo o flagelo do mundo e chance de evitá-lo.

ALAN - O que faremos então padre Luide?

PADRE LUIDE - Devo comunicar ao Vaticano o que foi encontrado aqui, e devo intensificar meus esforços em traduzir os manuscritos da profecia, isto é muito serio senhor Alan. Tudo isso foi cuidadosamente preservado para que no futuro a humanidade descobrisse seu conteúdo. A confecção do material, da forma que foi lacrada a tumba, o cuidado com as revelações e a riqueza dos detalhes que envolvem a vida e morte deste apóstolo.

ALAN - Desculpe dizer isso padre, não encare como falta de respeito, mas se isto tudo chegar ao Vaticano, esse achado pode nunca vir à tona, dependendo do que for encontrado na profecia.

PADRE LUIDE - Sei bem o que quer dizer senhor Alan, mas segundo estas escrituras, nestes manuscritos dourados serão reveladas fatos da história futura que corroboraram para veracidade da profecia citada em suas paginas. Tenho certeza que diante das circunstâncias o Vaticano ira tomar providencias. Logo devemos primeiro decifrar seu conteúdo para depois expor seu achado ao mundo.

ALAN - Entendo padre Luide. Faremos como o senhor esta determinando. Sua experiência o precede neste caso. Por segurança irei tirar copias do manuscrito e lhe enviarei, trancarei os verdadeiros num cofre.

PADRE LUIDE – Faça isso. Precisamos nos precaver de todas as formas. Este talvez seja um dos documentos mais importante da história já encontrado.

ALAN – Farei isso imediatamente. A propósito já se instalou padre Luide?

PADRE LUIDE – Estou registrado num hotel bem próximo daqui.

ALAN – Por quanto tempo permanecera conosco?

PADRE LUIDE – O tempo necessário para ver a tumba do décimo quinto apóstolo de Cristo. Quero saber mais de sua historia, e qual foi sua importância nela. Sinto que existe mais com Jacó do que apenas ser guardião desta profecia. Depois partirei para o Vaticano, lá esta a maior biblioteca de simbologia do mundo para realizar a tradução do manuscrito.

Continua...

Pin It
Atualizado em: Seg 8 Mar 2010

Comentários  

#3 gilcalmon 19-03-2010 19:41
Olá grande Claudio. Li os Guardiões primeíra parte e gostei. Se sua idéia é roteiro pr cinema e tv,a linguagem está correta. Você só precisa descrever as cenas de modo que quem estiver lendo visualize-a na tela, e sinalizar quando mudar de uma cena pr outra, tomando aquele cuidado com a continuação, ok. O argumento é bom, os diálogos são equlibrados, más a maioria das pessoas estão mais focadas no cotidiano, Pense nisso. Más antes termine sua obra e vá em frente. Visitei seu blog também. Tens meu e-mail, escreva quando quiser. Assim que tiver um tempinho vá a minha página e leia:Como Escrever um Roteiro. Partes I e II. Abraços. Gil. Não desista! Insista!
#2 Mylton 11-03-2010 08:16
Ok! Obrigado pela dica!
Assim que puder volto a ler!
Tchau!
+1 #1 rosimeri antunes ferrari 08-03-2010 18:20
Adorei a parte que li,vou tentar acompanhar.Eis um assunto fascinante e atual!!Sucesso para você!!!

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222