person_outline



search

FACES DO AMOR

Olá a Todos do Site dos Autores. Estou enviando este e-mail para falar sobre um sonho que muitos já me disseram ser rídiculo. Por isso quero aqui pedir ajuda à quem puder me auxiliar. Falarei sobre ele:

                   Meu nome é André Moura, moro em Fortaleza-CE, tenho 24 anos e sou estudante de pedagogia na UFC (Universidade Federal do Ceará). Estou enviando este e-mail, para falar sobre um sonho que talvez possa ser considerado rídiculo ou até mesmo absurdo. Mesmo assim, irei abrir meu coração. Tenho como "passa tempo" preferido, que é escrever estórias, contos, poemas, em fim, tudo que envolva literatura. Foi assim que em uma dessas "viagens" pela imaginação que escrevi um "esboço" de novela, que ao ser apresentado para muitos colegas e até professores da faculdade, foi muito elogiado (aliás, foram eles que me incetivaram a enviar este e-mail). Por isso, estou enviando o meu esboço para este site que tanto gosto, sonhando que um dia ele possa pelo menos ser analisado por algum profissional da área. Devo ressaltar que este texto foi feito de forma amadora, por isso peço que perdoem todas as imperfeições gramaticais e textuais que o mesmo possa ter. Faço isso sem medo pois acredito que o "Site dos Autores" é um site íntegro. Estarei reapassando agora, o "esboço" da novela:

Primeiro explicando O título da novela: 

              A novela chama-se "Faces do Amor", pois irá relatar como o sentimento do amor pode surgir em diversas situações, algumas até polêmicas. A história principal, que na verdade é a "coluna dorsal" da trama conta o amor entre Ligia e Alberto que viviem em contextos sociais diferentes e antagônicos. Depois, já na segunda fase, surgirá o desenvolvimento de um amor fraternal entre duas irmãs que não se conhecem, Suzana e Amanda. A primeira (Suzana), filha de de Alberto e Ligia, foi criada por sua Avó (Olga Valentim - A grande vilã da história) com todos os preconceitos sociais e raciais. Suzana descobre que seu noivo (Edson) está envolvido num triânguloa amoroso com uma jovem negra chamada Amanda e fica revoltada por ser trocada por uma negra. Porém não sabe que aquela jovem por quem ela tem tanto repudio, trata-se de sua meia irmã, filha de Ligia com um homem negro chamado Sebastião. Haverá também haverá na novela uma história de amor de uma transsexual e Marcão (não coloquei esta história na sinopse, por achar que seria longo demais, mas se houver interesse do site poderei enviar a história por completo, sem problemas). E também haverá um amor entre idosos que mostrarão que não há idade para o amor. Bem, a seguir está a sinopse "parcial" da novela.

Sinopse da novela: “Faces do amor”

(1º fase)

             A trama conta a história de Ligia, jovem doce e romântica. Pobre e órfã de pai e mãe, desde os 12 anos, ela foi “criada” pelos seus padrinhos (mais adiante falarei sobre os conflitos que envolverão os padrinhos de Ligia). Ela vive em uma aldeia de pescadores, na cidade de Porto Feliz (nome provisório, apenas para dá andamento a trama) que está sofrendo um processo de modernização por um grupo de empresas que trabalha no ramo imobiliário e turísticos, cuja proprietária chama-se Olga Valentim, que é mãe do grande amor de Ligia (depois falarei sobre ela). Está havendo muitos conflitos entre os pescadores e o grupo turístico, já que os pescadores temem que as reformas feitas pelo grupo turístico poderiam ameaçar a estrutura de pesca e vida simples, porém feliz da comunidade. Neste contexto, os padrinhos de Ligia presidiam a associação de pescadores que faz frente contra as reformas quase que desordenadas do grupo turístico. Além disso, a própria Ligia, que apesar de ser uma doce jovem, também faz alguns protestos contra o grupo de Olga Valentim.

 Falando sobre Olga Valentim:

           não há muito do que falar sobre Olga. Ela é uma vilã com “V” maiúsculo. Egoísta, gananciosa, é capaz de tudo para promover o desenvolvimento de sua empresa, até mesmo, persuadir seu filho há um noivado, que poderíamos dizer forçado.

 Ligia, aos 20 anos conhece Alberto Valentim com o qual vive uma doce história de amor.

 Falemos primeiro sobre Alberto Valentim:

             ele é filho único de Olga Valentim. Trata-se de um jovem aventureiro (23 anos), audacioso e também muito romântico. Ele é noivo de Nadia, que é filha de um casal que é sócio do grupo dirigido por Olga Valentim. Ele (Alberto) teve seu noivado praticamente “arranjado” por Olga e os pais de Nadia, pois os mesmos, queriam um casamento que pudesse fortalecer e unificar ainda mais o “clã” empresarial, ou seja, Alberto não amava Nadia verdadeiramente e tinha no seu interior, mesmo que inconscientemente, a vontade de encontrar um amor verdadeiro. Alberto, jamais concordou com o jeito autoritário, e às vezes, até violento com que Olga tratava as questões sociais, causadas por sua empresa com relação aos pescadores.

 Falando sobre o primeiro encontro de Alberto e Ligia:

               em um dos protestos dos pescadores, em frente a um dos inúmeros hotéis que estão sendo construídos pelo grupo turístico de Olga, é feita uma repreensão violenta pelos seguranças da empresa, e explode então, naquele momento uma onda de violência (pancadaria, correria etc) contra todo os grupos de pescadores (inclusive havia mulheres e crianças entre os mesmos). Neste momento, Ligia corre para socorrer as crianças que estavam separadas de seus pais, em meio a toda aquela confusão. É neste momento, que Alberto chega em seu carro ao local dos conflitos, e vê então, quase como uma miragem àquela jovem moça em meio aos conflitos, travestida de heroína. O fato é que Ligia, acaba sendo ferida na perna, por um estilhaço de vidro, resultante de uma janela quebrada. Ao ver aquela heroína transformada em humana e caída no chão, Alberto corre p/ socorrê-la e a leva p/ um pequeno hospital local. Ali, então nasce o grande amor entre os dois.

 O transcorrer do amor entre Alberto e Ligia:

              a cada dia que passa, conhecendo cada vez mais a realidade de Ligia, Alberto se encanta, pois vê que apesar de sua humildade e vida simples, Ligia trás consigo uma alma nobre e cheia de doçura. Com isso, ele acaba cada vez mais se distanciando, de sua noiva e conhecendo a verdadeira face de sua mãe. Já muito apaixonado um pelo outro, Ligia acaba se entregando por inteiro a Alberto, e desse amor nascerá Suzana (que será na segunda fase, o personagem principal da novela).

 O clímax da primeira fase (a tragédia que recai sobre o casal):

              Com a gravidez de Ligia (que neste momento estava por volta dos seus oito meses de grávida) e para desespero de Olga, Alberto decide romper definitivo o noivado (que já era praticamente inexistente) e revela à sua mãe a vontade de oficializar o relacionamento com Ligia. Olga já tinha tomado algumas medidas para impedir o nascimento de Suzana (como por exemplo, tentar “pagar” a Ligia uma quantia considerável de dinheiro para que ela abortasse e sumisse da vida de Alberto). Contudo, nada havia adiantado que pudesse separar o casal. Foi então que Olga toma a mais cruel de todas as atitudes: em certo dia, ainda grávida, Ligia recebe uma carta com a letra de Alberto, na qual falava inicialmente que o mesmo teria se arrependido do relacionamento que tivera com Ligia e pedindo também que naquele mesmo dia, ela (Ligia) se dirigisse a mansão de Alberto para conversar melhor (vale ressaltar que esta carta foi falsificada à pedido de Olga, por um especialista em falsificações). Mesmo sem acreditar na veracidade daquela carta (já que Ligia confiava muito em Alberto), ela decide dirigir-se até a mansão (lembrando que já fazia alguns dias que Alberto não via Ligia, pois o mesmo estava na capital tratando do papeis p/ seu futuro casamento com seu grande amor). Naquele mesmo dia, marcado na carta, Alberto tinha retornado da capital, então Olga coloca sonífero em seu suco durante o almoço, alguns minutos depois Alberto se dirige ao seu quarto e cai em sono profundo. Já sabendo do plano de Olga, naquele dia Nadia vai ao local, tira a roupa de Alberto e também a sua esperando então a chegada de Ligia. .. Já ao cair da tarde, Ligia entra na mansão, e como já tinha sido orientada pelo porteiro da residência, sobe diretamente ao quarto de Alberto. Então se depara como a cena, que para ela foi terrível. Solta um grito, que desperta seu amado e sai (correndo) em desespero. Sem entender ainda, o que estava ocorrendo, Alberto veste-se e corre atrás de Ligia. É então que Ligia acaba sendo atropelada ao atravessar a pista. Levada ao hospital por Alberto, como na primeira vez, só que em situação trágica, Ligia acaba sendo submetida a uma cesariana para salvar a vida de seu bebê (que fica algum tempo sob vigilância médica no hospital), enquanto Ligia caba ficando em coma e em estado extremamente delicado na UTI. Alberto ouve então dos médicos que há pouquíssima esperança, tanto para Ligia como para a criança. Dois dias depois, já tomado por imensa dor e desespero, na amargura daquela imensa mansão, Alberto sobe ao quarto e dominado pelas lembranças vividas com Ligia e sem esperança que ela se recuperasse, ele acaba cometendo suicídio (atira contra o próprio peito). Ao chegar na porta, Olga houve apenas o disparo.

 Com a recuperação de Ligia e Suzana, Olga volta-se para sua neta:

           milagrosamente, três meses depois da morte de Alberto, Ligia e sua filha Suzana conseguem se recuperar. Ligia retoma sua consciência. Olga guarda um pouco de culpa pela morte do filho, mas não muda seu coração de pedra, e passa a vê na sua neta, a possibilidade de “refazer” sua família. Já fora do hospital e tomada por desespero, Ligia vê-se em um “buraco” profundo de solidão, após a morte de Alberto. Cada canto da cidade lhe traz lembranças de seu grande amor. Neste momento de fragilidade de Ligia, Olga começa a armar um plano para ficar com sua neta. Como Ligia já não tem mais forças para permanecer na cidade, decide partir, porém teme muito pelo futuro de sua filha. Olga então, lhe faz uma oferta: Suzana seria registrada normalmente, no nome de Ligia e Alberto, porém Ligia teria que deixar Suzana c/ Olga para ser criada com o “status” digno de uma Valentim, alem disso Ligia teria que deixar a cidade comprometendo-se à nunca mais voltar. Olga também faz uma oferta considerável de dinheiro para que Ligia aceite sua oferta. Então Ligia e Olga dirigem-se ao cartório, fazem o registro de Suzana. Porém quando Olga repassa o cheque com a quantia em dinheiro para Ligia, a mesma o rasga e joga no rosto de Olga, deixando o aviso de que algum dia ela retornaria para rever a sua filha e contar toda verdade do sofrimento do qual foram vitimas (Ligia e Alberto), sofrimento este, causado pela a ação de Olga.

 A partida de Ligia para fora da cidade:

              depois de entregar Suzana aos braços de Olga, Ligia parte sem rumo para fora da cidade, pois o que ela mais queria era deixar aquele lugar que agora lembrava apenas sofrimentos. Com o pouco de dinheiro que lhe resta Ligia parte em um ônibus, sem destino previsto. Ligia passa a refazer a sua vida: o ônibus de Ligia tem como ponto final uma fazenda, no interior do estado de São Paulo. A partir deste momento, Ligia tem que prosseguir a pé, pois seu pouco dinheiro já tinha se esgotado. Exausta, suja e fraca pela fome, Ligia desmaia no meio da estrada que corta aquela imensa fazenda desconhecida. É neste momento, que se aproxima um jovem senhor chamado Sebastião, que pega o corpo adormecido de Ligia e a leva para sua humilde casa que fica no interior da fazenda. (falando um pouco sobre Sebastião): Sebastião é o capataz da fazenda e braço direito do proprietário. Sebastião é negro, por volta dos seus 37 anos e tem um excelente caráter, porém vive uma vida de solidão desde a morte de sua esposa (há quatro anos), com quem jamais conseguiu ter filhos. Como é homem bom e generoso, mesmo espantado com a cena daquela frágil moça que estava inconsciente no chão, leva-a para sua casa, para que ela pudesse descansar na sua humilde cama. Depois de acordada, já na casa de Sebastião, Ligia o vê e também explica tudo o que ocorreu com ela até aquele momento. É então, que tocado com a história da vida de Ligia, que Sebastião permite que Ligia passe a conviver com ele na casa, inicialmente, apenas como dois amigos. Alguns meses depois, tocada com o jeito sempre gentil de Sebastião, Ligia se apaixona por ele (mas sempre é sincera com Sebastião, dizendo que seu grande amor foi e sempre seria Alberto). Quase três anos depois deste encontro, Ligia dá a luz a uma filha com Sebastião cujo nome será Amanda... Amanda (jovem que herdou a beleza negra de seu pai) será a meia irmã de Suzana e desempenhará na 2º fase da novela, um papel fundamental em todo o processo de reaproximação de Ligia com a sua primeira filha.

Algumas considerações finais da primeira fase:

1- Com relação aos padrinhos de Ligia (que tratarei com mais detalhes na 2º fase, pois eles também viverão um drama familiar), vale ressaltar que em nenhum momento rejeitaram Ligia, mesmo quando ficou grávida de Suzana antes do casamento (q nunca foi feito) com Alberto. Eles desenvolveram um carinho de filha por Ligia. Mesmo quando ela partiu em contra-gosto dos padrinhos, eles sempre mantiveram a esperança e o desejo de que ela um dia retornaria para os seus braços. Fisicamente, gostaria que os padrinhos de Ligia fossem interpretados também por atores negros, bem como Sandra (filha do casal), e suas duas netas gêmeas (filhas de Sandra,... obs: sei que parece meio confuso agora, mas tudo será explicado na 2º fase já que estas netas a quem me referir e junto com Sandra serão o objeto principal dos conflitos familiares que falei no inicio e que provavelmente trarão muitas emoções para a novela.. pelo menos é isso que espero com toda sinceridade.).

2- Quanto a Ligia trata-se de uma moça branca, meiga, porém firme e obstinada.

3- Quanto ao caráter de Olga se faz necessário reforçar que trata-se de uma mulher fria e calculista. E vale ressaltar também que referente a sua neta Suzana, ela desenvolverá um sentimento quase que doentio de proteção que fará com que ela cometa maldades para mantê-la longe de Ligia. (sobre a personalidade de Suzana falarei a seguir).

4- Com relação a Nadia (ex-noiva de Alberto) ela prosseguiu sua vida casando-se e teve um filho (Edson) que também terá papel fundamental em “um quase triângulo amoroso” entre ele, Suzana e Amanda (detalhes a seguir na 2º fase).

  

(2º fase)

O inicio da segunda fase:

                Aproximadamente 21 anos se passaram. Na fazenda onde Ligia encontra-se, paira um ar de tristeza: Sebastião já havia morrido há um ano vitimado por uma pneumonia, além disso, a fazenda estava em processo de falência e sua permanência tornara-se insustentável. Sua filha, Amanda, ajudava a mãe com o “modesto” salário que ganhava lecionando na pequena escola da fazenda, que também seria fechada junto com a mesma. Diante de tal situação, Ligia toma a decisão (mesmo que forçosamente e com muito temor), de retornar à sua cidade natal, onde sem dúvida encontraria o apoio de seus padrinhos (que apesar de muitos anos sem contato, Ligia tinha a certeza em seu coração de que ainda estavam vivos) e também haveria melhores condições de trabalhar com venda de artesanato (oficio que ela aprendeu na fazenda). Amanda, ao saber da decisão de sua mãe para retornar, lhe deu total apoio, aliás, Amanda nunca compreendeu a resistência de sua mãe em reencontrar a cidade em que nasceu (Amanda jamais tomou conhecimento do passado de sua mãe, pois tudo, até mesmo a existência de sua meia irmã, foi mantida em segredo por Sebastião e Ligia). Ligia então toma o mesmo caminho de volta a sua cidade, mas de inicio deixa Amanda na fazenda, pois assim que possível Ligia mandaria o dinheiro da passagem para que a filha viesse a se juntar à ela. Horas de viagem se passam até que Ligia desembarca naquela mesma cidade, que apesar de ter sida modificada pela construção de hotéis e por toda uma infra-estrutura turística, ainda guardava aquele “q” da antiga vila de pescadores, até porque a pesca ainda exercia, paralela ao turismo, certa importância na cidade. Ligia, extremamente emocionada, percorre o caminho, que ainda permanecia o mesmo e que ela conhecia tão bem, que levava a uma humilde casa, a qual preservava a mesma simples e singela fachada. Ao bater, a porta é aberta por seu padrinho, Luiz, e que vem logo acompanhado de sua madrinha, dona Maria (apelidada carinhosamente de dona Candinha, pelos vizinhos). Emocionados, os dois reconhecem, quase que instintivamente, o olhar de Ligia, terminado em um longo abraço. Depois de horas conversando, ouvindo atentamente o que cada um tinha a falar por tantos anos de distancia.

 

O caráter de Suzana que foi “moldado” por Olga:

             Suzana então foi educada por Olga. Desde seus 17 anos, Suzana, já assumira responsabilidades na diretoria do grupo turístico. Isso fez com que Suzana assumisse, em parte, o caráter de sua avó: obstinada, dura em suas ações e “forçada” a ter os mesmos preconceitos quanto à classe social, ou até mesmo a raça. Contudo, Suzana tinha em seu intimo, a personalidade de uma garota que sempre teve de carregar a tristeza de ter sido abandonada, ou quase vendida pela sua mãe (Olga sempre maculou a imagem de Ligia. Sempre mentia dizendo que Ligia tinha “jogado” Suzana por achá-la um “peso” e, que fora Ligia a causadora da morte de Alberto e sobretudo mentiu para Suzana, dizendo que Ligia tinha exigido uma quantia em dinheiro para que lhe entregasse Suzana). Com isso, por debaixo daquela carapuça de ferro que moldava a personalidade de Suzana, havia resquício da personalidade da própria Ligia (doçura e amor) e uma vontade de fugir de seu passado que a tormentava constantemente.... (obs: é por isso mesmo, que o fato de futuramente Suzana descobrir que tem uma meia irmã negra (que apesar de se apaixonar pelo noivo de Suzana, mesmo que sem saber) vai ajudá-la a superar os seus preconceitos e aproximá-la de sua mãe).

 

O noivo de Suzana:

              como foi dito, Nadia (ex-noiva de Alberto) tinha constituído uma nova família, e teve um filho Edson, que se tornou noivo de Suzana. Na verdade, como foi feito com Nadia e Alberto, o noivado de Suzana foi fruto de persuasões entre as famílias. O que quero dizer é que não havia total segurança entre eles, de estarem realmente apaixonados. Porém deve-se ressaltar que Suzana nutria por Edson, um sentimento de posse. Será este sentimento de possessividade que fará com que ele entre em conflito com Amanda (até então ela ainda não saberá que se trata de sua irmã)... Quanto ao Edson é um jovem aventureiro e que sempre aceitou o noivado com Suzana, mesmo sabendo que não a amava, por apenas admirá-la. Trata-se de um jovem ético, seguro de suas idéias e que viverá com Amanda um grande amor.

 

 A viagem de Amanda para encontrar a mãe e seu encontro com Edson:

              Amanda (que ainda está na fazenda) recebe um telegrama de sua mãe com uma quantia de dinheiro. Ligia tinha conseguido, por intermédio de dona lulu, uma pequena loja para vender seus artesanatos e por isso desejava que sua filha fosse morar com ela (junto com seus padrinhos), iniciando assim, a construção de uma nova vida. Amanda então pega o ônibus e dirigisse a cidade (que vou passar a chamar provisoriamente de porto feliz). A se distanciar da fazenda onde nasceu, as lágrimas correm sobre seu rosto. O tempo passa, porém quando faltam apenas duas horas para chegar a Porto Feliz, o ônibus acaba furando um pneu. Com isso, o motorista acaba pedindo carona aos carros que passam na estrada para levar os poucos passageiros que faltam a seus destinos. Quando resta apenas Amanda, que neste momento dorme no ônibus, o carro de Edson para informando que esta indo para Porto Feliz. Chamada pelo motorista Amanda então desce e é ai, que Edson deslumbra a imagem daquela que mais parecia uma “deusa negra” caída dos céus. Ao cruzarem os olhos, Edson e Amanda sentem, pela primeira vez, a força da paixão. Mesmo assim Amanda trata de desviar o olhar, e em todo trajeto, responde timidamente as perguntas feitas por Edson, não dando muita esperança, inicialmente ao rapaz. Quando chega a casa dos padrinhos de sua mãe, e a reencontra, Amanda chora, e Edson se despede, com a certeza de que lutaria para descobrir mais sobre aquela que seu futuro “amor de sua vida”. Ao ver Edson partir, Ligia pressente algo ruim, tanto que no decorrer da trama colocará certas limitações a inicial amizade entre os dois, temendo um mal maior (mas Ligia, não sabe que Edson é justamente o noivo de sua outra filha Suzana)...

Alguns conflitos entre Suzana, Edson, Amanda e Ligia (falarei resumidamente sobre o processo de descoberta de Suzana do romance entre Edson e Amanda, pois ficaria inviável escrevê-los agora.. Se realmente tiver êxito, esta obra, poderei falar com mais detalhes, lembrando que é apenas um esboço):

                 Edson descobre que Amanda passa a trabalhar com Ligia na loja de artesanatos, e sempre arranja pretextos para visitá-la na loja. Descobrindo-se pouco a pouco, a cada dia aumenta seu amor. Suzana percebe o distanciamento de seu noivo e passa a “investigar” com cautela o que está acontecendo. Um dia Suzana, vê Edson e Amanda, passeando na praça da cidade. Neste momento ela passa, a projetar uma vingança contra a jovem que para ela não passa de uma “negra desprezível”. Por exemplo: em certo dia Suzana vai a loja de artesanato, e é atendida por Amanda.. Suzana trata com extrema grosseria e desdenha da qualidade dos artesanatos. Ao chegar na loja, Ligia intervem e ao mirar no olho de Suzana, sente uma sensação de esta vendo o mesmo olhar de seu amado Alberto. Depois deste momento Ligia e Amanda (que ainda não sabe da verdade) passam ficarem atentas aquela jovem.... Olga sabendo de todo o drama de sua neta, se dirige a loja de artesanato, pois pretende subornar Amanda, para que ela deixe a cidade, é antão que ela reencontra Ligia(a partir deste momento Olga passa a tentar de todas as formas manter Ligia distante de Amanda, porém se houver realmente oportunidade irei repassar a emissora os detalhes do todas as investidas de Olga contra Ligia e Amanda)... Gostaria também de falar que Suzana sofrerá um acidente e precisará de doação de sangue. Sangue este que terá como doadora Amanda. Será a partir deste momento que elas descobrirão que são irmãs. Depois de algum tempo Suzana, perdoará Amanda com relação a Edson (pois ela mesma, Suzana, futuramente se apaixonará por um jovem e simples pescador de uma ilha um pouco distante da cidade), mas ainda terá rejeição com relação a sua mãe. É então, que Amanda passa a desempenhar um papel crucial na aproximação das duas. Depois de muito tempo, Suzana passará a reconhecer sua mãe e desprezar Olga por tudo que ela fez (Suzana já terá sabido de toda verdade). Haverá uma cena em que Olga tentará matar Amanda e sua mãe: Ligia e Amanda saem para visitar Suzana que neste momento, não mora mais com Olga. Quando entram na casa de Suzana, Olga já esta a espreita, vigiando a saída. O fato é quando estão dentro da casa conversando, Suzana acha muito bonito o vestido que Amanda usa (longo e com um grande chapéu). Por brincadeira, Suzana pede para Amanda trocar de vestido com ela. Depois disso Suzana pede para da uma volta com Ligia, enquanto Amanda fica em casa, lendo algumas revistas. Quando saem de casa, Olga vê Ligia, mas não nota que a sua acompanhante é Suzana, em vez de Amanda (já que alem de está com rosto coberto pelo chapéu, Ligia usa uma espécie de guarda sol) que encobre todo seu rosto e seus braços. Então Olga avança para cima das duas, ao se virar Suzana salva a mãe, empurrando-a para longe, porém não consegue desviar do carro. Olga ainda tenta frear, ao perceber que se trata de Suzana, porém não consegue evitar o atropelamento. Olga então foge em desespero. Mas no final da novela ela será punida. (se estiver muito confuso, contarei com detalhes se tiver oportunidade)..

Considerações finais sobre a novela:

Sobre os outros personagens da trama: Optei por não escrever com detalhes sobre os outros personagens da novela, pois devo confessar que para mim, está sendo muito complicado transcrever em texto, já que não tenho prática normativa de como escrever textos literários. Por isso, precisarei de alguém que me oriente, alguém que seja um profissional. Detive-me em repassar apenas a “coluna dorsal”, por acreditar que era o mais importante. De inicio, sobre os outros personagens, o que eu posso falar é q dona Lulu se envolverá também em um romance que desafiará toda a cidade e também irei abordar sobre uma personagem que será sigilosamente uma transexual, e que viverá também um romance, no qual espero chamar a atenção do público brasileiro para a questão do transsexualismo diferenciando das questões homossexuais em geral (lembrando que na trama deste personagem, será abordada a questão da cirurgia transexual, e os dilemas que envolvem a política brasileira com relação a este assunto).é claro que haverá outros personagens na cidade de Porto Feliz, mas como na confessei, não quis arriscar falar detalhadamente por medo de parecer um texto confuso. Se houver realmente alguma oportunidade de apresentá-los pessoalmente, com certeza haverá um melhor esclarecimento... Muito obrigado!!!!

Sobre as questões de nomes, datas e idades: Os nomes que escrevi poderão ser alterados, bem como o nome da cidade, idades dos personagens, etc. Talvez da forma que escrevi possa a ver algum contraste, que espero que tenha alguém que posse sugerir alguma correção.

Agradecimentos: Realmente, não sei se esta obra, da forma que foi escrita, possa parecer ridícula, mas de qualquer forma agradeço a quem possa analisá-la como obra amadora, pois isso é o que ela é. Agradeço a atenção de todos, que me deram esta chance, e espero em Deus que ela venha contribuir muito para o avanço da audiência da emissora.

Contatos: se houver realmente o interesse de alguém retornar deixarei meus contatos. Lembrando que, podem me enviar através de e-mail, o endereço da emissora, caso tenham interesse que eu envie este “esboço de novela”. Faço isso, com toda confiança no meu próximo, pois se não confiarmos em nosso semelhante, a convivência entre os homens não terá mais sentido:


Pin It
Atualizado em: Qui 3 Mar 2011

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222