person_outline



search

A SUPREMACIA DIVINA

No mundo atual a ostentação e o ego das pessoas se encontram bem exacerbados. Os que têm bens materiais e ou notoriedade, querem exibir suas posses estatus.Os que não têm procuram exibir o pouco que têm, como se tivessem muito, esquecendo-se de que ostatusé medido não por um item e sim por um conjunto de fatores inter-relacionados, como modos, cultura e postura.

Muitas pessoas, incontidas em suas vaidades, estão se colocando em uma condição de soberanas, inalcançáveis e intocáveis, embora, em sua essência, revelem-se bastante vulneráveis.

Nunca se vivenciou época como agora, em que um simples final de relacionamento fosse motivo para torturar e matar aquele(a) que o(a) “desprezou”.

Não são poucos os que, intitulados “os melhores”, deixam-se levar pela vaidade e se endeusam, isolando-se das pessoas comuns.

Poucos são os convictos na aceitação de que tudo o que são e o que têm, só alcançou o mundo real porque foi da vontade de Deus

Há pouca compreensão de que não sendo da vontade Dele, “um fio de cabelo sequer se mantém em nossa cabeça” (Lucas 21.18).

Existem em todo o mundo, pessoas às quais Deus concedeu, já na concepção, certos dons e privilégios, para que sejam usados em prol da humanidade. Essas pessoas não precisam de muito esforço para serem excepcionais naquilo que fazem, visto que já foram concebidas para terem aquelas habilidades. Só que muitas delas acreditam que os méritos por suas excepcionalidades são exclusivamente seus e se vangloriam por isso. Esquecem-se das responsabilidades morais e sociais que os seus dons lhes impõem.

Se você tem notória capacidade intelectual, mesmo que seja às custas de dias, noites e até anos de isolamento e dedicação, foi Deus quem lhe concedeu privilégio de poder destinar tempo e disposição para tal.

Mesmo que uma pessoa seja a única no mundo a dominar certa técnica, conhecimento, ou habilidade, ainda assim ela deve reconhecer a sua pequenez e dar graças a Deus por tudo o que lhe fora concedido.

No mundo não faltam pessoas que, por suas limitações físicas, sociais ou mentais não teriam a menor condição de certos feitos, mas, obstinadas, são capazes de superar suas limitações, surpreendendo, encantando  e se tornam insuperáveis.

Inclusive esses, que conseguiram evoluir através de esforços inumanos, só atingiram essa notoriedade porque Deus assim o quis. Pois, do contrário, nem mesmo um simples piscar de olhos, um suspiro que seja, não lhes seria possível.

A dignidade, o esforço, a dedicação, a persistência, o acreditar e as realizações, daquele que pouco ou nada tem, é muito mais digno e elogiável do que os esplêndidos resultados conseguidos por aquele que já foi destacado com certos privilégios ("A quem muito foi dado, muito será cobrado" - LC 12, 48). 

Portanto, sendo você uma pessoa de posses e aptidões incomuns, lembre-se sempre de agradecer a Deus, pois, mesmo que essa condição seja fruto de muito esforço de sua parte, isso só foi possível porque Ele o permitiu. Lembre-se de compartilhar com os seus semelhantes e seja solidário. Do contrário, não importa o quanto tenha se esforçado, tudo seria em vão.

Finalizando, antes de te envaidecer com os louros recebidos, sede humilde e lance toda honra e toda glória a Deus.

Pin It
Atualizado em: Seg 1 Set 2014

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222