person_outline



search
  • Drama
  • Postado em

Onde eu queria estar

Onde eu Queria estar
 1 .Redescobrindo-Me:
Quando foi a ultima vez que olhei para o relógio?
Não sei. Talvez já tenha se passado 5 minutos e a resposta ainda não chegou, Porque será que as pessoas não respondem rápido as mensagens de texto. Se ainda estivéssemos no século passado, aonde mandávamos cartas eu ate entenderia, mas hoje eu realmente...
Enquanto a resposta não vem, fico parado olhando para o teto e imaginando as mil e uma maneiras de amar, e chego à conclusão de que eu não sei o que é isso.
Uma vez em uma viagem pela índia com minha família adotiva, um guru me disse que, “Antes de amar alguém temos que aprender a nos amar e só assim descobriremos o poder da criação”. Confesso que não entendi nada, e acho que ainda não entendo. Adormeço;
Quando acordo pego meu celular e vejo que a cinto mensagens recebidas, mas nenhuma de quem eu realmente esperava. Porem uma me chamou a atenção chantelle minha melhor amiga de infância, resolveu dar uma festinha em sua casa, já era por volta das oito horas então teria que colocar qualquer roupa, e sair correndo, ou melhor, dizendo dirigindo o carro velho da mamãe que ficou abandonado na garagem.
Fui adotado aos sete anos e depois disso minha vida passou a ser fácil. Minha mãe adotiva Teresa se formou em direito na universidade de Harvard, fez pós, mestrado, doutorado e logo depois virou juíza. Eduard meu pai, se formou em gastronomia e hoje é dono de uma  das redes mais cobiçadas de restaurantes de nova Iorque o  “la Tosti”.
Vivi boa parte de minha infância em neshville, sempre fui rodeado de amigos, posso dizer que a popularidade era o meu forte,talvez eu tenha sido precipitado em ter me inscrito no grupo de teatro do colégio, isso me rendeu muitos apelidos maliciosos, porem se não fosse essa atitude hoje eu não estaria cursando artes cênicas em nova Iorque.
Chego à casa de chantelle e noto que deixei meu celular no bolso da outra calça, fico inquieto, mas resolvo esquecer a tecnologia por um tempo. (Na realidade fiquei com preguiça de voltar até em casa para pega-lo).
É muito bom rever seus amigos depois de quase um ano, tudo bem que chatelle foi me visitar no ultimo feriado em nova Iorque, mas não é a mesma coisa quando estão todos novamente reunidos.
Chantelle me recebe com um beijo no rosto e uma taça de vinho, ela mais do que ninguém sabe que amo vinho.
-Parece que faz anos que não o vejo meu amigo
-Pare de drama telle, só faz um mês;
-Não sou eu que faço artes cênicas aqui. Não é meu caro?
-elementar minha cara;
Nós rimos
- Vamos ,kith e Susane estão nos esperando na piscina;
-claro, mas antes preciso ir ao banheiro.
-você sabe o caminho,te espero lá fora;
Subo as escadas, vou até o banheiro e ouço a campainha tocar, penso ser Josh o namorado de chantelle, lavo as mãos.
Quando chego à área da piscina dou de cara com kirty,me assusto e derrubo a taça de vinho no chão,kith corre para me ajudar,me abaixo para juntar os cacos e acabo me cortando.
Realmente fiquei sem reação,pois quando vi já estava novamente trancado no banheiro.
Ouço alguém bater na porta ,e torço para não ser kirty;
-James abra a porta é o kith
-Só um segundo;
Abro a porta,kith entra com uma maleta de curativos;
-vim te ajudar,o que foi aquilo? Quando vi você estava correndo para as escadas,ninguém entendeu nada.
-kith você sabe que eu e kirty já tivemos um caso na época de colégio;
-sim,mas eu achei que você tinha superado isso.
-Superei, mas acho que não estou pronto para ter uma conversa franca com ele, pois desde que eu o abandonei para seguir o meu sonho, nunca mais nos falamos;
-Eu sei meu amigo, mas uma hora ou outra vocês terão que conversar e porque não agora?
Ele termina meu curativo,quando respondo;
-Porque não mando nos meus sentimentos, tudo é muito confuso e não sei como reagir.
-Apenas deixe acontecer meu amigo. Vamos descer?
-Vá na frente, desço logo atrás.
-Promete James?
-Prometo;
Ele sai e encosta a porta, sento na banheira abaixo a cabeça, vejo a porta abrir bem lentamente e levanto a cabeça dizendo:
- Eu não disse que já ia descer kith?
-não é o kith que esta aqui.
-kirty, o que faz aqui?
-vim ver como você esta e ter ao menos a oportunidade de dizer um olá;
Fico meio sem jeito, mas tenho que conversar com ele:
-Estou bem obrigado por perguntar kirty ,me desculpe ter saído correndo, tenho medo de sangue então, ou eu corria ou desmaiava. Não queria pagar esse mico na frente de todos. Mas acho que acabei pagando um mico maior ainda.
-Relaxa, você esta entre amigos James, o máximo que poderia acontecer era chantelle ter gravado e postado no facebook.
Dei um sorriso de canto;
-vamos descer kirty, acho que todos estão nos esperando e não queremos que pensem besteira não é mesmo?
-O que poderiam pensar? Que estamos dando uns amassos aqui em cima? Não seria uma má ideia, sinto falta dos seus beijos.
-kirty,não temos mais nada um com o outro,hoje te vejo apenas como um amigo.
-Mas é sempre de uma amizade que surgem grandes relacionamentos. Não é mesmo James ?
-sim, mas este não é o nosso caso kirty.
Saio do banheiro, desço as escadas e quando estou abrindo a porta da frente chantelle me chama:
-James, aonde vai?
-Não estou muito bem,acho que foi o vinho, preciso ir para casa.
-Mas esta cedo ainda, fique mais um pouco, vamos fazer o jogo da morte súbita.
- Não estou  bem para isso,Adeus Telle;
Bato a porta e enquanto me dirijo para o carro, olho para trás e vejo que kirty me olha da varanda,me sinto desconfortável. Entro no carro, giro a chave mas não funciona, então descido voltar para a casa de meus pais caminhando.
Pin It
Atualizado em: Sáb 17 Nov 2018

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222