person_outline



search

ARCANOS MAIORES

Quem és tu?
Eu sou o hierofante dos teus segredos
Homem de fogo
Peregrino triste
Dos longos caminhos
Trilhas de sal
Tantos tropeços

Arcanos me contaram
Quantos enganos
Lua de sangue
Desgastes
Lágrimas

Quem és tu?
Eu sou o imperador
Lutando pelo que acredito
Lobo da noite

Nunca se cansa
Seu nome é amor
Fogo que arde
Som do trovão
Águia prestes a alçar vôo
Luz que se dilata
Assusta e cega
No temporal dapaixão

Condenado ao tempo pretérito?
Não, somente fogo em brasa
Entre utopias e realidades
Quem és tu?
Eu sou o eremita das sete montanhas
Camaleão...

Quem és tu?
Eu sou o cavaleiro da solidão
Escutando o som do silêncio
Preso numa torre de babel
Cercado de "estranhos"

Oráculo sem fim
Labirinto de presságios
Natureza de virtudes
Sem distâncias
O longe é perto...

Quem és tu?
Eu sou o mago, o cigano
A mina prestes a explodir
Abalando estruturas e,
abrindo de vez a caverna do medo
desejo incontido almas
a voz da busca que não quer calar
o encontro com o real destino
marcado no livro da vida
em outros tempos
de clepsidras e papiros
longíguas eras

Quem é tu?
Eu sou um raio, uma fagulha
Em busca do elo, perdido
Com reservas e receios
Escondido nas entrelinhas
Da atemporalildade

Pin It
Atualizado em: Sáb 26 Mar 2011

Comentários  

#3 tania_martins 01-04-2011 10:15
Parabéns pelo poema!
Abraços.
#2 tais_mariano 31-03-2011 21:43
Obrigada pelo carinho do teu comentário!
Abraços poéticos !
Taís
#1 Nelson_de_Medeiros 29-03-2011 19:12
Excelente o teu poema.

***** pra ti

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222