person_outline



search

PARECE QUE OS POLÍTICOS NOS QUEREM FAZER DE IDIOTAS OU ATLETAS CORRENDO ATRAS DE AVIÃO PARA ANOTAR A PLACA

          A situação politica no Brasil está cada dia mais caótica, e tal situação é de responsabilidade exclusiva dos Deputados e Senadores, que recebem propina para votar a favor do que só é bom para eles mesmos.
          Agora querem mudar o nome dos partidos, como se isso fosse resolver o problema politico do Brasil. Será que Eles acham que nós eleitores somos mesmo ilimitados ou BURROS? Esse é m
         Analisando o que foi publicado no Jornal o Globo, podemos notar como os Deputados e Senadores são bastante sugestivos para enganar o povo.
         Transcrevo o texto por parte:
         RIO — Donos de mais de 1,5 milhão de votos obtidos nas eleições para a Câmara dos Deputados em 2014, PTN e PTdoB decidiram que mudar de nome pode melhorar o desempenho eleitoral e ajudar na reconexão com uma sociedade pouco interessada em política. Agora, o PTN chama-se Podemos. E o PTdoB está prestes a se tornar o Avante. Prem, por trás da mudança de nome, estão políticos tradicionais, parlamentares sob investigação e outros que têm o hábito de trocar de partidos.
         No "PODEMOS" deve-se ler: A CORRUPÇÃO VAI CONTINUAR
         No "AVANTE" deve-se ler:  VAMOS CONTINUAR NO MESMO CAMINHO DO ANTERIOR - CORRUPTO
         “Vai mudar o nome, mas a espinha dorsal vai continuar sendo à base de sustentação de ambos, que obtiveram 1,5 milhão de votos. os eleitores que proporcionaram esse numero absurdo de votos para esses dois partidos, entendam que a mudança de nome em nada vai contribuir para acabar a corrupção e melhorar a politica no Brasil, e no próximo ano, que sejam dados a eles apenas 150 mil o que já é muito. O ideal seria que somente eles, parentes e beneficiários dessem um voto valido.”
         “A mudança de nome, contudo, não é um antídoto para renovar o partido. O presidente do futuro “AVANTE”, em São Paulo, maior colégio eleitoral do país, será o ex-deputado e líder dos governos petistas na Câmara Cândido Vaccarezza. Também ingressou na legenda o deputado Silvio Costa (PTdoB-PE), que está no seu terceiro mandato.”           A seguir Texto publicado em 05/07/217 jornal o Globo.
         “Não há pedido no TSE ou sequer uma aprovação interna, mas até o grande atual protagonista da política nacional, o PMDB, quer se rebatizar. O senador Romero Jucá (RR), líder do governo no Senado, apresentou uma proposta para o partido voltar a se chamar MDB, sigla que dava nome ao partido nos tempos em que ele se posicionava contra a ditadura militar.” Esse texto esta no bloque #CARTA publicado em 05/08/217. Romero Juca, nome citado em vários processos para ser investigado, deseja mudar o nome para MDB, e Ele, e seus companheiros continuam agindo em beneficio próprio, como se fosse o partido PMDB o corrupto, e não eles que integram o mesmo. Bem engraçado o Senador.
          O inicio do texto, coincide exatamente com a minha maneira de pensar e por tal razão resolvi transcreve-lo abaixo:
          ”Podemos, Avante e Livres são nomes desconhecidos do eleitorado, mas que devem estar na disputa eleitoral em 2018. De novo, só os nomes: ideologias e estruturas permanecem as mesmas dos partidos originais - PTN, PTdoB e PSL“.
          Amigos, que me dão o prazer de lerem o que escrevo sobre a minha maneira de pensar da POLITICA NO BRASIL, lembro que está no DEDO DO POVO, na hora de digitar os números dos candidatos, o poder da mudança. É bem mais fácil digitar ZERO, ZERO, do que uma serie de cinco ou seis números. Vamos mostrar de forma real e consciente que a estática da não aprovação do governo em modo geral, do executivo ao legislativo, divulgada pelas empresas de pesquisa é verdadeira, fazendo com que o numero de VOTOS NULOS atinja um quantitativo de milhões. Dessa forma, o mundo tomará conhecimento que o povo brasileiro acordou e não quer o sistema politico que está sendo imposto, onde os corruptos, mesmo com comprovação de FATOS E DAADOS, são considerados inocentes, mostrando uma verdadeira falta de respeito para com o povo.
          Temos um congresso que é contra o MADURO, eu também sou, mas, esse mesmo congresso nos obriga a votar, e nos pune caso não venhamos a cumprir esse ato que eles denominam de CIDADANIA, com multas e com a penalidade de não obter passa porte, e não receber salário se for funcionário PUBLICO ou APOSENTADO. Isso é DEMOCRACIA ou DITADURA? Tenho certeza de que, se faço algo que não estou querendo fazer livremente e faço para não sofrer punição é mais que ditadura, posso ate chamar de NAZISMO, onde o ditador impunha a sua soberana vontade e o povo tinha de obedecer. A diferença que no NAZISMO, a pena de morte era aplicada de forma clara e direta. Aqui ainda não chegou a tal ponto, mas as penas aplicadas, para obrigar o povo votar, são deprimentes e humilhantes. Imagine ficar sem receber salário... como os punidos vão comprar seus alimentos, pagar o seu transporte, pagar a escola dos filhos exclusivamente por não terem ido as URNAS, apresentar um titulo e dá um voto?
          Se o voto não fosse obrigatório, as praias das cidades de orla estariam cheias de eleitores que preferiam se bronzear ao sol, do que terem que ir às urnas mesmo para votar NULO.
         Mudar o nome do partido nada vai alterar, mesmo porque, a ARENA virou PFL que hoje é DEM e o MDB virou PMDB que deseja voltar a ser MDB, só que, retornando a esse passado, não conseguirá trazer DE VOLTA ULISES GUIMARÃES. Quanto a PEDRO SIMOM, até que pode, mas duvido que Ele aceite participar dessa maracutaia politica que existe no Brasil.
         Peço a cada leitor, que analise com cuidado meus textos, e no dia da ELEIÇÃO em 2018, caso vá ate a seção eleitoral votar, não esqueça de que o ZERO ZERO vai ser uma grande espinha atravessada na garganta de tantos enganadores que querem nos fazer de IDIOTAS, ou mesmo ATLETAS CORRENDO ATRAS DE AVIÃO PARA ANOTAR  PLACA.
Pin It
Atualizado em: Dom 17 Set 2017

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222