person_outline



search

FAMÍLIA PÁTRIA BRASILEIRA

O carnaval se foi. Estarmos vivendo o período denominado de QUARESMA aguardando a SEMANA SANTA que assim como em outros tantos períodos, também acontece uma series de crimes, quer políticos ou não, onde se perdem mais vidas humanas.
    A violência que se vive no Rio de Janeiro, assim como em outros Estados, é a prova cabal do que afirmo: a marginalidade domina, o SINDICATO DO CRIME é soberano, assim como o sindicato da corrupção politica, que age de forma livre e devidamente protegida por legislação por eles próprios promulgados. Não vamos alimentar a ilusão de que, ao final do ano, quando a INTERVENÇÃO acabar, e os militares do Exercito voltarem para a caserna, tudo vai ficar as mil maravilhas... o Exercito volta para onde saiu e a marginalidade volta a ocupar as ruas da tão decantada cidade maravilhosa do Rio de Janeiro.
Aproximadamente em um curto período de oito meses, o povo brasileiro vai novamente ter a oportunidade de escolher aqueles (as) que durante quatro anos, serão responsáveis pelo destino da FAMILIA PATRIA BRASILEIRA.
    Em outubro, o eleitor brasileiro vai as URNAS, para eleger um novo Presidente, novos Senadores, Deputados Federais, Governadores de Estados e Deputados Estaduais, porque somos obrigados, a de cumprir o que os políticos chamam de cidadania.
Seria de fato cidadania se não houvesse a obrigação, e se não houvesse punição para quem deixasse de comparecer. Caso houvesse uma emenda a CONSTITUIÇÃO extinguindo a tal “OBRIGAÇÃO”, por certo toda orla de SALVADOR e demais cidades litorâneas, ficariam repletas, aproveitando dia para se divertir com a família.
Sendo nós cidadãos obrigados a comparecer diante das urnas, que tenhamos a consciência e determinação ao teclar a numeração do único candidato honesto que existe: o “NULO”.
    Vamos acabar com a ilusão de votar em novo candidato. Vamos lembrar que outro candidato faz parte dos mesmos partidos daqueles que levaram quatro anos se beneficiando do poder, iludido o povo e sempre só fazendo o melhor para eles mesmos. É como trocar seis por meia dúzia, ou Chico por Francisco. Nada é confiável num país onde a corrupção parece está no sangue e poros dos que já se aproveitam e dos querem se aproveitar.
Nós brasileiros não somos obrigados a validar o VOTO. Somos obrigados a comparecer as URNAS, evitando punição com suspensão de beneficio de Aposentadoria, emissão de Passa Porte, e até ameaça de corte de salários quando funcionário publico. Até pagar uma multa pelo valor que é cobrado se torna mais vantajoso. O custo é menor que a passagem no transporte coletivo de algumas capitais
    Somos um provo pobre, desnutrido, intelectualmente subdesenvolvido, que se preocupa muito em curtir o Carnaval e Futebol, esquecendo que nossos filhos e netos estão vivendo em um país onde a promessa de mais emprego, mais educação, mais saúde e mais segurança, não passa de promessa de políticos mentirosos. Convivo com tais promessas desde meus quatros anos de idade, e já completei sessenta e oito. Não quero que meus netinhos, quando a minha idade tiverem, vivam tal ilusão.
Assim como o beija flor, faço a minha parte, e quero aproveitar para, trazer a baila, e melhorando um pouco o texto enfatizando o que disse Ruy Barbosa em um dos seus textos filosóficos: “A pátria não é ninguém; são todos, e cada qual, tem no seio o mesmo direito à ideia, à palavra, à associação. A pátria é a família amplificada, e a família divinamente constituída, tem por elementos a honra, a disciplina, a fidelidade, a benquerença, o sacrifício. É uma harmonia instintiva de vontades, uma desestudada de permuta de abnegações, um tecido vivente de almas entrelaçadas. Multiplicai a célula e tendes o organismo. Multiplicai a família, e tereis a pátria. Sempre o mesmo plasma, a mesma substância nervosa, a mesma circulação sanguínea. A pátria não é um sistema, nem uma seita, nem um monopólio, nenhuma forma de governo: é o céu, é o solo, o povo, tradição, consciência, lar, o berço dos filhos e o túmulo dos antepassados, a comunhão da lei, da língua e da liberdade”...
    Caros amigos que me dão o prazer de ler esse texto, que postergo para o futuro dos meus netos, vamos colocar a cabeça no travesseiro e dormir com a consciência tranquila perante Deus, não validando o nosso voto. Sabemos que uma grande maioria de votos nulos e abstenção de logo não vai anular as eleições, mas com certeza será UMA MEDIDA CAUTELAR, tomada pelo povo para dizer que em nome da amplificação da família que constitui a pátria, sendo essa uma só célula, muito embora tenhamos diferentes tipos de sangue, queremos um BRASIL melhor para nossos filhos e netos, um BRASIL governado por quem de fato busque o interesse do povo, e não apenas o interesse dos empresários que se beneficiam da falta de preparo intelectual do povo e que se deixam enganar e ate vender-se por migalhas e promessas completamente esquecidas.
    A poderosa REDE GLOBO DE TELEVISÃO, pergunta: Que Brasil você deseja para o futuro? Uma campanha demagoga, que em nada vai de fato resolver o nosso problema, pois se alguém gravar: QUERO BRASIL SEM CORRUPTOS GOVERNANDO, COM SEGURAÇA, COM EDUCAÇÃO E SEM FOME e esses pedidos por certo não será mostrado na REDE PODEROSA.
    Vamos pensar um pouco no que escreveu o mestre Ruy Barbosa.
Pin It
Atualizado em: Qua 4 Abr 2018

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222