person_outline



search

Reforma

Acho que começo a entender um pouco do que acontece comigo...

Nao estava percebendo, porque meus olhos estavam fixos apenas nos pequenos problemas, nas pequenas 'pedras' do caminho; nao olhei a floresta, só a árvore, não busquei a origem, vi só os sintomas.

Estou num processo de mudança muito complexo, onde tudo que sabia, conhecia, tudo,desde meus principios, tudo que aprendi no decorrer da vida, que me foi passado desde pequena, tudo está sendo remodelado, modificado...

É como alguém que vai uma reforma em sua casa, entao, os moveis ficam fora do lugar, há cimento e tijolos em toda a parte, muita poeira e sujeira, etc...não dá pra convidar alguém pra ir na sua casa, está tudo bagunçado, como vai receber alguém assim?

Estou assim...em processo de reforma...

Ao me aventurar nesse novo mundo de conhecimentos e busca por algo mais, muita coisa está sendo ainda digerida e não posso simplesmente engolir de uma vez e sair pulando por aí...

É preciso mastigar com cautela, descansar entre uma garfada e outra..."fui com muita sede ao pote", como diz o velho ditado popular.

Em busca da iluminação, de conhecimentos e em busca da verdadeira razão e do sentido da vida, acabei me jogando de cabeça, quando ainda estava na beirinha do mar....
Atirei-me na praia e agora estou com os ouvidos cheios de areia, meus pés estão molhados mas não todo o meu corpo...
Não posso esperar submergir dessa forma...
Não posso querer nadar no fundo tão rápido, mesmo que quisesse me afogaria
Não é assim!
Primeiro tenho que passar pelo estágio da praia, a passos pequenos vou em breve nadar longe, mas é preciso ter cautela, pois o mar pode ser perigoso para quem não o conhece; e é preciso ter paciência pois cada onda é diferente, é o mesmo mar, porém, umas são leves e outras mais fortes...ao decorrer que se segue em frente, conseguindo ir contra a onda e sua força em nos levar pra areia, voce sente depois que ela te leva agora pro fundo....mas mesmo assim é preciso ter cuidado, ir devagar, não se sabe o que vai encontrar

Acho que estou ainda na praia, e as ondas estão me levando pra areia...eu tento nadar como se estivesse no fundo mas não é assim...
Essa é a hora de mostrar força pra vencer a correnteza do mar e meus olhos devem estar atentos pra frente, para o horizonte, onde o sol toca o mar e nesse beijo silencioso o mistério de todas as coisas se mostra, numa fração de segundos, é como um insight...visualizando agora essa nova imagem, tenho força e coragem pra continuar e quem sabe o que vou encontrar.

É hora de sair da areia, de parar de simplesmente contemplar, de ficar sentada olhando e imaginando como seria se...e se...e se...
É hora de molhar os pés, de se jogar no mar, de ousar, de fazer, de sair e agir, chega de só olhar e lamentar, e reclamar, e sonhar e desejar

Estou em reforma - reforma de mim mesma - e talvez não me entenda as vezes, e nem vou saber o que quero com clareza...mas uma coisa estou certa, é assim mesmo, vou continuar e vou vencer!

Pin It
Atualizado em: Sex 20 Set 2013

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222