person_outline



search

O Encontro Final com os Aliens do Espaço Profundo

Avassaladoramente, a nave da Terra viajava para os confins do Universo. Alfa-1 disse para Beta-1, de seu posto de comando:

- Onde estamos?

 

Beta 1 respondeu:

- Não sei.

 

- Como assim?

 

- Não faço a menor ideia.

 

- Você é o navegador, não é?

 

- Não tenho certeza.

 

- Repita isso.

 

- Não tenho certeza.

 

- Alguém me ajude... não se sabe nem em que Galáxia estamos! Ei, aquele não é o planeta do Alien?

- Eu não acho que seja o planeta do Alien.

 

- Ora, seu... sua lata de sardinhas enferrujada! Está vazando óleo! Assim, os demônios do espaço virão atrás de nós! De você também, não se esqueça, válvula termiônica queimada!

- Acho que você também não sabe disso.

 

E dez criaturas semelhantes a cobras e aranhas, com tentáculos munidos de esporões venenosos e mortais, desceram pela comporta superior, após arrombarem-na. Agarraram Alfa-1 e o levaram, perfurando o seu crânio multifacetado com os esporões e o explodindo, ao expandirem seus tentáculos maciços e duros como aço. Beta-1 foi rasgado de alto a baixo, tendo suas vísceras metálicas reduzidas a uma massa dissolvida pelos venenos ácidos dos alienígenas. A espaçonave terrestre continuou flutuando, passou pelo planeta alienígena e rumou para o Sol flamejante azul, vaporizando-se ao chegar perto dele.

Pin It
Atualizado em: Qua 15 Out 2014

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222