person_outline



search

Eu conversei com Deus

Nos últimos dias de minha vida eu conversei muito com Deus, sim independente,
da religião foi com Deus que falei.
Pedi a ele desculpas por estar tanto tempo afastado da minha fé.
E que nos momentos de lamurias e desespero eu o procurei.
Ainda bem que Ele me ouviu e não me virou as costas.
Disse a ele da minha dor e sofrimento, chorei.
E como eu chorei nesses últimos dias.
Ainda bem que ele nem reclamou das minhas lagrimas.
Disse que estava difícil entender tantas desilusão e decepção
Que eu não conseguia entender o porquê de tantas coisas.
Não entendi como as pessoas eram frias e calculistas, como podia as pessoas não ter sentimentos algum e ainda dizerem que o maior amor do mundo é o amor próprio, se eu não consigo nem respeitar o próximo como respeitar a si mesmo.
Nesse momento um vento frio soprou como se ele dissesse algo, então me lembrei de Judas o homem que era confiável e amigo.
Aquele que se vendeu por nada, por luxurias e riquezas desprezando o amor próprio e fundamental da vida.
Pedi desculpas a Deus e disse que eu daria a outra face e que em momento algum deixaria de estender a minha mão.
Nesse momento eu não resisti e chorei, sim.
Chorei lembrando-se da crueldade dissimulada.

Esses últimos dias de minha vida me fez ser mais grosseiro e frio, desprezando os sentimentos e o que mais prezo que é o amor.
Mas por quê? Talvez Deus tenha me perguntado.
E eu tomei a liberdade de responder:
Por que não entendi como podemos defender a fé dizer que estamos fazendo o bem ao mesmo tempo em que estamos destruindo vidas.
Eu não quero explicação meu Deus, por que acredito que isso seja a grande farça de uma pessoa que se esconde na fé, fingindo-se de boa para esconder o lado perverso.

Eu conversei com Deus e disse que por mais que tenha sofrido chorado e rezado em desespero eu ainda tinha fé
E que nada iria abalar que meus sentimentos que eram de confusão e não de ódio nem raiva.
Eu disse a Deus que antes de mim outra pessoa também tinha sofrido o desprezo e a repugnância e que eu tinha dó só de imaginar o que esse rapaz havia passado.
Eu conversei com Deus e perguntei por que um ser humano que ele deu vida se trona um monstro e dissimulado.
Mas pedi a Deus ao qual eu conversei que ele colocasse as suas mãos na nessa consciência fria para existir o arrependimento e ter felicidade.
Eu conversei com Deus, ele provavelmente me ouvi. Mas lembrei da frase que dizia:
“Deus deu a vida pra cada um cuidar da sua”.
Então meu Deus, desculpe e entendo que ainda tem pessoas que não sabe o entendimento das palavras e sentimentos que a infantilidade faz pensar que a vida é um brinquedo.
Pin It
Atualizado em: Dom 22 Mar 2009

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222