person_outline



search

MINHA HISTÓRIA: Como me Tornei uma Pessoa Traumatizada

Eu era apenas mais uma criança afro-descendente cursando a segunda série primária. A professora então diz: Vamos fazer uma brincadeira. A brincadeira é "adivinhe quem é o maestro". Renato, você vai lá pra fora, e quando a gente te chamar, você terá que adivinhar quem é o maestro. Eu vou alegremente, sem desconfiar de naada. Quando eu voltei, todos começaram a bater palmas, em conjunto. De repente, alguém muda o movimento e todos começam a estalar os dedos. Eu então disse: "É o fulano, o maestro é o fulano" - orgulhoso de minha perspicácia! Parabéns, disse a professora! Agora é a vez de fulano ir pra fora e tentar adivinhar quem é o maestro. Quando a pessoa saiu a professora disse: Quando o fulano voltar eu vou contar até três e todos vamos imitar cabrito, bem forte! Mas temque ser todos juntos pra ela não adivinhar quem é o maestro. Quando a pessoa voltou, a professora contou: um, dois, três, já!: E somente eu gritei a plenos pulmões: BEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE! e todos cairam na gargalhada. Foi assim que eu tive minha infância e chances de sucesso no futuro destruídas. Professora querida, que as pulgas de mil camelos te acompanhem por toda a sua vida!!!!

Pin It
Atualizado em: Seg 8 Set 2014

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222