person_outline



search
  • PoEmas
  • Postado em

Defunto

Ao redor o preto
Do luto insano
Rios de lágrimas
Triste mundano

Se foi desse mundo
Ferindo amados
Que choram de luto
Pelo defunto adorado

Choram sua dor
Pela repentina perda
Demonstram seu amor
Pela alma soberba

Nada fez ao mundo
Em nada contribuiu
Viveu amargamente
Um coração vazio

Entretanto era amado
Pelas pessoas ao redor
Dizem elas que o defunto adorado
Se foi dessa para a melhor

O que fez o amargo defunto?
Apenas um sorriso esboçar?
Teve tanto amor nesse mundo
E nada soube aproveitar

Oh triste mundano
O rancor lhe fez definhar
Eras tão feliz e adorado
O pó é o que te sobrarás

Os rios se secam
O luto some
Não há mais lágrimas
Desafortunado triste mundano

As primaveras passam
Os invernos também
Pobre defunto amargo
Sua alma se perdeu no além 



Pin It
Atualizado em: Qui 16 Mar 2017

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222