person_outline



search

Leveza



De joelhos prostrados
a criança reza,
observando a leveza da claridade
que se adentra pela
fresta da janela.

Seu pensamento aos poucos se eleva
E ela reza com a
presença da brisa
que toca sua meiga
e inocente face.

Sua oração é agraciada
pelos céus e o seu sono
é embalado pela
candura d'alma.

Em seus sonhos
os anjos tocam
docemente
a harpa do amor sublime
e a misericórdia divina
paira sobre o seu lar.

Não há sentimento que exprime
a pureza da reza
de uma criança.
Há uma ligação direta
do céu com a infância.

Reza... Reza...
Serena infância.
Quem sabe,
o adulto aprende
a rezar como uma criança.
Pin It
Atualizado em: Qui 2 Nov 2017

Comentários  

#6 EduardoRV 20-09-2009 17:19
:D :idea: :love:
#5 EduardoRV 20-09-2009 17:19
:D :idea: :love:
#4 EduardoRV 20-09-2009 17:19
:D :idea: :love:
#3 Helena Karsof 20-08-2008 17:43
Olá. Lindo seu texto. Muito delicado e "leve". Adorei.
#2 Helena Karsof 20-08-2008 17:43
Olá. Lindo seu texto. Muito delicado e "leve". Adorei.
#1 Helena Karsof 20-08-2008 17:43
Olá. Lindo seu texto. Muito delicado e "leve". Adorei.

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222