person_outline



search

Tão Cedo

São os caminhos tortuosos que transformam em homens as crianças perdidas e medrosas,São as encruzilhadas da vida que escolhem àqueles que sabem para aonde ir e confiam em sipara isso.Tantas pedras a serem tiradas; tantos problemas a serem resolvidos; não descanse docescrianças o sonho ainda não acabou. A caminhada perdura e exaustivamente acaba com você.Longa jornada terá que continuar, lutas terá que travar. O medo, a insegurança, o tempoperdido e o fracasso são eminentes inimigos que estarão presentes em seu caminho, tais pedraspermanecerão por longo tempo até chegar ao fim do seu sonho.Caminhará sozinho por esse caminho. Terá que enfrentar sozinho seus demônios. Perderásozinho a sua fé em si. Agonizará pelo fracasso em suas veias e morrerá antes de acordar.Andei solitário, mas encontrei sonhadores ao meio do caminho que se agregaram a meu sonho.Passamos a partir desse momento a sonharmos iguais, andando de mãos dadas, derrubandocada um de nossos inimigos em comum.A escuridão do nosso caminho fez apenas fortalecer os medos que habitavam em nós, ficamosfracos e passamos a temer até mesmo quem passou bastante tempo a nos proteger e nos guiar.Apartamo-nos, cada um tinha medo daqueles que um dia andou de mãos dadas conosco.Criamos uma armadura impenetrável de egoísmo e seguíamos indiferentes, empáticos etemerosos por cair. Vi sonhadores se tornando pequenas peças de xadrez todos postos emxeque e com medo de perder. Vi sonhos repartidos, futuros repartidos. Vi nos olhos adesistência eminente. E mais uma vez me vi andando sozinho em um caminho tortuoso aoanoitecer.Ainda era tão cedo para desistirmos de nossa caminhada, tão cedo para desistirmos de nóspróprios, de nós. Tão cedo para renegar àqueles que dariam tudo por sua alegria, tudo por seusucesso.Estamos fadados perder pessoas que um dia se tornaram únicas e preciosas por motivos quesempre causaram remorso e dor. Esquecemos promessas e sonhos, amigos e amores, perdemoso essencial. O medo se fez necessário em momentos que notamos que nada mais vale a pena.Temos chance mais uma vez de nos tornarmos fortes outra vez antes que o xeque-mate nos tireessa chance.Um dia olharemos para traz e veremos que não é uma historia triste e perceberemos queestamos vivos, chegaremos ao fim de nossa jornada, o caminho tortuoso ficou para traz, eestaremos olhando as luzes dos prédios e estaremos ouvindo musica com aqueles que maisamamos nessa vida e juro que nesse momento nos tornaremos infinitos.
“Quando notarmos que nosso caminho está escuro de mais e sentimos vazios demais, nuncahesite em segurar as mãos daqueles que estão no mesmo caminho que o seu”.
Pin It
Atualizado em: Qua 27 Nov 2013

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222