person_outline



search

Não me importo.

Não consigo me importar

Se vai dar certo ou errado

Só o destino dirá.

Não consigo me importar com coisas fúteis

Coisas que não dependem só de minhas ações

Coisas que envolvem outros corações.

Não consigo me importar

Se você acha feio ou bonito

Se é legal o que eu digo

Ou se isso vai ou não rimar.

Consigo me importar sim, com o meu cotidiano

Com o que digo ou o que faço

Com as pessoas que eu amo.

Consigo me importar com as alegrias do mundo

Com um sorriso correspondido

E abraços na frente do mar.

Não consigo me importar

Se você é preto, amarelo, rosa ou branco

Um azul até cairia bem, mas eu não me importo

Não me importo se está calor ou frio

Se é feio ou bonito

Não me importo de onde vem a amizade

Desde que deixe a saudade

Daquelas tardes de risos.

Me importo com a felicidade da criança,

Me importo com os acontecimentos do mundo,

Me importo com quase tudo.

Mas não consigo me importar com as coisas fúteis da vida

Se sua bota é preta ou colorida

Se minha hora vai ou não chegar.

Tento me importar mais não consigo,

Normalidade para mim é um perigo,

E tudo o que eu quero é ser feliz e importante

Mas somente para aqueles que necessitam

De uma pequena alma falante.

Pin It
Atualizado em: Qui 28 Nov 2013

Comentários  

#1 azara 15-01-2014 09:42
Valeu gostei muito Parabéns

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222