person_outline



search

Para bem depois que o sol se for

PARA BEM DEPOIS QUE O SOL SE FOR

Ainda que não me busques
e nunca mais me queiras,
terás meu som poema
em cada qual suspiro
que te fizer vampiro.

Serei um bel presente
em cada primavera
de rubra rosa em era.

Serei furor sustento
em toda carne nua
que se encaixar na tua.

Serei o bom alvitre
prostrada em tua porta
para bem depois de morta.

Ainda que não me busques
e nunca mais me queiras,
meus beijos serão teus
lá onde o amor alcança
e a vida eterna é dança.

Fetiche em silhueta,
a provocar teus sonhos...

Rio de Janeiro, 2009
Pin It
Atualizado em: Sáb 25 Jun 2016

Comentários  

#2 Miguel 09-06-2009 03:41
Sensibilidade
Com
Sensualidade

Beijos :kiss: :kiss:
Miguel
#1 Miguel 09-06-2009 03:41
Sensibilidade
Com
Sensualidade

Beijos :kiss: :kiss:
Miguel

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222