person_outline



search

AMARGO O DOCE

Seguem meus dias

E eu me distraio com as delícias

De um novo paladar

Mas o preço pago, pesa

E já sinto no corpo, pesar!

Pesos tantos que já carrego

Em meu tortuoso silêncio

Sempre tão propensos a aumentar.

Sigo meus dias pesados

Os envolvo em doces melados

Para não sentir

Tua ausência amargar.


Pin It
Atualizado em: Sáb 8 Jan 2011

Comentários  

#1 Abreu 11-01-2011 03:47
Entre doce e amargo, vivemos...

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222