person_outline



search

"LEMBRANÇA DE UMA INFÂNCIA"

Foi se o tempo na fantasia,
Eu era tão criança contava estrelas inocentes
Vâ eu era tudo que queria ser na infância,
No céu inclinava  minha pipa   ao vento,
Corria as ruas com meu cata-vento
Sem importar  pois eu era o mais feliz
Fui crescendo e desbravando as coisas a cada dia,
Descobrindo o que a vida ensina.
 
Na essência de uma liçâo;
Aprendi entender o saber profundo, conhecer a imensidão do mundo,
 encontrei meu primeiro amor,
Assim dei meus passos nessa longa estrada
Despertei meus sonhos,na jornada.
Já viví tanta desilusão, e na fronteira uma idade
Onde tudo alcança,tornei um homem cheio de esperança,
Para conquistar as terras do futuro,
Hoje eu quero um lugar que seja mais bonito,
Envelhecer na solidão de amigos,voltar as fábulas de um sonhador.
Quero ver nas lembranças toda brincadeira
A minha história como a correnteza,
Como o rio vai para o mar.
Passou o tempo na fantasia, eu era tão criança
Contava estrelas inocentes
Infância: ainda me lembro o que eu queria ser.


Pin It
Atualizado em: Qua 3 Ago 2011

Comentários  

#2 Emanuel 14-08-2011 15:52
Praticamente volto no tempo ao ler essa poesia, muito bom !
#1 azara 04-08-2011 09:46
Muito bonita,vc voltou com muita inspiração eu como gosto de recordar minha infancia e ver hoje como cresci tudo isto é maravilhoso.Parabens.

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222