person_outline



search

Contramão

alt

 

Que estranha mania

Escolher quais das minhas

Ínfimas ou grandiosas vontades

Que a tal liberdadeMe permite querer.


Se creio ou se nego

Se avanço ou se freio

Se no meio ou no canto

Coloco o encanto que me veio.


Posso ser alegre ou ser triste

Um antagonismo que insiste

Um ser, só por ser,

Um ser sem existir,

Ou existir até morrer.


E essa birra

Não é sim , nem é não.

Nem juízo, nem absolvição.

 

Apenas eu...

Na contramão do mundo.

Pin It
Atualizado em: Sex 6 Jan 2012

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222