person_outline



search

AMARELADAS PELO TEMPO

O que dizer deste papel tão amarelado,

E das páginas que já se perderam

Onde está aquele velho sorriso

Que me acompanhava?

O que aconteceu com aquela esperança

Que tantas vezes me fez prosseguir?

Tantos descaminhos sob essa ponte tão fria

Esses aços não são capazes de dizer de onde vim

E nem ao menos pra onde vou

Mas me deixe seguir até o final,

Quantas páginas ainda me faltam?

Mas como continuar estes versos interminados

Que de tristeza me sufocam a alma?

Me prende, me aprisiona nestas páginas tão amarelas,

Tão amarelas, amareladas pelo tempo.

Pin It
Atualizado em: Sex 17 Jan 2014

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222