person_outline



search

Esse poema não tem nome.

 Queria eu, estar em seus braços

Te dar um abraço

Sem precisar terminar

 

Poder ser sincera

Falar o que sinto

Te der do meu lado

Só pra me amar


Você me procura

Não sei o que quer

Me liga fingindo

Com um assunto qualquer


Acha que eu entendo

Seu comportamento

Me querendo por perto

Mas tendo outra mulher


Ruim é quando

O assunto acaba

O silêncio permanece

e o beijo não acontece. 


Tento me afastar

Mas você não permite 

Me mantém assim 

Com esse eterno convite


Ainda não sei se fico,

Se revelo ou me contenho.

Só sei que deixo acontecer

Me mantenho assim. 

Com um eterno desejo de você. 

Pin It
Atualizado em: Qui 23 Jan 2014

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222