person_outline



search

SEGREDOS ( P/Manilkara )

Tudo guardado
no cofre das reminiscências:
oblíquas pontes
flores no cio
latitudes calosas.

Tudo o que já não é o mesmo
e visto pelas frestas
da noturna alma.
Pin It
Atualizado em: Ter 15 Jul 2008

Comentários  

#18 RaymundoLuizLopes 10-07-2009 08:49
Oi, Alex,
o que posso dizer diante de sua competência/sensibilidade literárias??!
Absorver/degustar os seus comentários e mais e mais...!! Mt obrigado. Abs. :woohoo: :cheer: :-)
#17 AlexLacoy 09-07-2009 14:37
Li várias poesias suas e fiquei impressionado com a seleção de palavras e a força que elas ganham reunidas. Esta me chamou muito a atenção. Achei inventiva e cheia de impressões. Verdadeiras sensações de alma num universo abstrato. A memória é território libertário, as fronteiras deixam de existir para os elementos se completarem: pontes, flores e latitudes, sem um início ou fim. A escolha dos adjetivos foi surpreendente.
Parabéns!
#16 AlexLacoy 09-07-2009 14:37
Li várias poesias suas e fiquei impressionado com a seleção de palavras e a força que elas ganham reunidas. Esta me chamou muito a atenção. Achei inventiva e cheia de impressões. Verdadeiras sensações de alma num universo abstrato. A memória é território libertário, as fronteiras deixam de existir para os elementos se completarem: pontes, flores e latitudes, sem um início ou fim. A escolha dos adjetivos foi surpreendente.
Parabéns!
+1 #15 AlexLacoy 09-07-2009 14:37
Li várias poesias suas e fiquei impressionado com a seleção de palavras e a força que elas ganham reunidas. Esta me chamou muito a atenção. Achei inventiva e cheia de impressões. Verdadeiras sensações de alma num universo abstrato. A memória é território libertário, as fronteiras deixam de existir para os elementos se completarem: pontes, flores e latitudes, sem um início ou fim. A escolha dos adjetivos foi surpreendente.
Parabéns!
#14 Raymundo Luiz Lopes 28-09-2008 17:40
Oi, que posso dizer diante de seu significativo comentário? E dos outros colegas? Obrigado! Você, a musa que veio de longe!! Bjs. :-) :zzz :-? :P :-) :-)
#13 Raymundo Luiz Lopes 26-07-2008 18:10
Oi, amigo - obrigado pela visita e comentário. Tuas palavras reforçam algumas idéias. Uma delas, a síntese, sim, a síntese... Abraços. :D :zzz :-)
#12 Raymundo Luiz Lopes 26-07-2008 18:04
Oi, amigo Cézar -
Tuas palavras me sensibilizam, engrandecem o meu modesto poema. A expressão ..."calma da lírica...", uma beleza! Com respeito a Manilkara,colega de minha admiração, vc foi em cima...!! Não tenho tido notícias dela, ultimamente. Abraços. :-) :eek: :D
#11 Raymundo Luiz Lopes 26-07-2008 17:48
Oi,amigo, obrigado pela visita e comentário. Simplificar, sensibilizar mentes e corações, pois é!!! Um grande abraço. :D :zzz :P :-)
#10 Raymundo Luiz Lopes 26-07-2008 17:41
Oi, Pandora, obrigado pelo comentário. É um estímulo para novos segredos... Bjs. :D :P :-)
#9 ClarieVick 16-07-2008 09:03
:-) esta é um exemplo de poesia que gosto, um tipo de poesia que, para alguns, pode ser sem lógica mas que, para outros, pode tocar profundamente
8)

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222