person_outline



search

POEMETO IV

Chamamento.
Eco eclodindo em botões.
Abrir-se a porta secreta
onde não cabem mais
pedaços d'alma
liras de lágrimas.
Pin It
Atualizado em: Qua 30 Jul 2008

Comentários  

#6 tania_martins 15-03-2010 00:28
Parabéns!
#5 tania_martins 15-03-2010 00:28
Parabéns!
#4 Raymundo Luiz Lopes 07-08-2008 20:52
Olá, Costa Jr. - Muito interessante a sua opinião. Concordo com a questão da síntese, da clareza. Também, perceber os vários ângulos de um poema, pode confirmar a multidimensão do mesmo. Há leitores que não vêem isso. Mas, vc tem sensibilidade e exerce, elegantemente, o dom da crítica.
Acho que a poesia não deve dizer tudo, ela deve provocar/estimular, deixar para o leitor a liberdade de completá-la, de descobri-la em suas várias possibilidades, etc. Às vezes, poemas longos são cansativos com trechos repetitivos/redundantes e, assim, podem perder a beleza estética. Muito obrigado! :-)
#3 J. COSTA JR. 06-08-2008 21:54
Se tem algo que admiro em literatura é o poder de síntese e a clareza de um texto, os vários ângulos em que é possível lê-lo e interpretá-lo. Poemeto IV, é um exemplo disso.
Parabéns, poeta Raymundo!
#2 J. COSTA JR. 06-08-2008 21:54
Se tem algo que admiro em literatura é o poder de síntese e a clareza de um texto, os vários ângulos em que é possível lê-lo e interpretá-lo. Poemeto IV, é um exemplo disso.
Parabéns, poeta Raymundo!
#1 Raymundo Luiz Lopes 03-08-2008 08:22
Olá, Pandora, será que mereço o elegante elogio?
O poema cresce com seu comentário. Obrigado. Bjs. :zzz :P :-) :-)

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222