person_outline



search

“Majestade de Deus”

Nas maiores e mais sublimes alturas estais tu ó Senhor!
Pois tua habitação é algo inalcançável à minha limitada e pequena imaginação.
Quisera eu muitíssimo compreender-te meu Deus, e outro tanto ainda to conhecer.
Mas quando penso que alguma coisa o sei sobre ti, é ai que percebo que nada o sei.
 
Quisera eu ainda, que a tua habitação fosse defronte a minha, quisera eu mais...
Que a tua morada fosse além desta minha casa, mas quando assim o penso,
E quando assim o quero, percebo que melhor para mim é somente contemplar,
E pelo espirito imaginar como é a formosura do teu Santo Monte, a tua santa morada.
 
Suba ao meu espirito uma vez mais a tua presença, uma vez mais sinta eu a ti.
Como as andorinhas sentem o vento, como os pássaros sentem as brisas.
Assim meu Deus sinta eu a ti, como as rochas sentem as águas do mar.
Conserves em mim a tua presença, e sejas em mim a tua habitação.
 
Cuido que melhor me é ainda te adorar, e te bem dizer Senhor.
Louvar-te por tudo que tu és, glorifica-lo e enaltecê-lo por todas as gerações.
De cantar e louvar nunca se cansem meus lábios, nunca minha boca deixe de dizer:
O quanto eu te amo e agradeço por me escolher, mesmo sem isto eu merecer...
Pin It
Atualizado em: Dom 27 Nov 2016

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222