person_outline



search

Bodas

Vesti-me do nome mais bonito
das chitas, a mais colorida
calcei de sonhos, as mãos.

Pintei em beijos as palavras úmidas
de minha tímida boca
ornei meu coração – vesti-lhe sacro.

Ergui capelas em meu peito
reguei emoções, plantei-as
ao redor dos olhos – maquiei de amores.

E no altar à sombra do patíbulo
dei-te em relicário rico
minha morte, minha vida, meu espírito.
Pin It
Atualizado em: Qui 29 Dez 2016

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222