person_outline



search

Descaso

Um olhar, um trocar de sentimentos...
Sentir a dor alheia
Momentos...
Refazer os passos sofridos
Dos pobres feridos
Que te elegem.

Um país abandonado
Um povo ultrajado
Bloqueado pelo próprio torrão.
Sedento, necessitado
Ilusão!

Calçadas invadidas
Ruas quebradas
Escuridão.
Desvios de verbas nossas
Destroças em “vendavais”...

Tristezas coletivas
Nas gentes queridas
E gentis.
Invasão diária
De uma raça contrária
A um povo de bem.

Choro do filho é choro do pai
Roubar o filho é também roubar o Pai.
Pin It
Atualizado em: Ter 21 Ago 2018

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222