person_outline



search
  • Forró
  • Postado em

MEU SOGRO ANTONHO

Meu sogro foram te dizer
que eu trai a filha de ocê
porque quando eu fico só
arranjo sempre um jeitinho
de muito bem de mansinho
ir ferver lá no forró...

Fica sabendo seu antónho
que eu to ligado, e abro os óio
e só com a tua fia eu troco o oléo...
Se da zabumba eu adoro o som
se com a sanfona eu canto no tom
como é que eu posso trair essa maravilha
meu sogro antonho, que é a tua filha.

Meu sogro antonho ve se não esquece
que eu sou filho do nordeste
um valente cabra da peste
um homem honrado, e não um cafageste.

Gosto sempre de depois, daquele quente arrasta pé
comer um baião de dois, de sobremesa um filé
que é pra ficar bem vigoroso, e fazer amor bem gostoso
daqueles que não tem na cartilha, com aquele tesão qué tua filha.
Pin It
Atualizado em: Sáb 17 Jan 2009

Comentários  

#4 LuCordeiro 21-01-2009 21:35
:D Ótimo,ótimo! Gosto de poemas assim,leves,divertidos,sem lágrimas nem lamentos.Parabéns, vc é um POETA.bjs
+5 #3 LuCordeiro 21-01-2009 21:35
:D Ótimo,ótimo! Gosto de poemas assim,leves,divertidos,sem lágrimas nem lamentos.Parabéns, vc é um POETA.bjs
#2 Marilena Orsoni 18-01-2009 19:13
:D Cuidado com o teu sogro...rsrsrsr...Gostei. Parabéns.
#1 Marilena Orsoni 18-01-2009 19:13
:D Cuidado com o teu sogro...rsrsrsr...Gostei. Parabéns.

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222