person_outline



search
  • Cordel
  • Postado em

UM CORDEL PARA A POESIA

Onde estão as palavras
que não consigo encontrar
se perderam no espaço
saíram para passear?
Não estavam sobre a mesa
tu sabes cadê, Teresa?
Preciso delas pra rimar

Meu coração quer um cordel
porque hoje a poesia
por ser algo especial
esse mar de fantasia
que marulha na beleza
trazendo a alma acesa
tem hoje, mulher, o seu dia

Como irei comemorar
essa arte da magia
sol que se faz tão presente
enlevo da nostalgia
céu na terra esquecido
um luar adormecido
para festejar seu dia?

Socorram-me as ilusões
joguem vocábulos no ar
no fascínio desse dia
as flores precisam falar
que a brisa agora cante
o mar do leito se levante
um poeta quer versejar

Tirem as asas dos anjos
vão botando nos sorrisos
as cores se multipliquem
a terra seja paraíso
as folhas das plantas dancem
que amor e prazer se lancem
num coração sem juízo

Eia poetas, festejem,
vem a hora da alegria
vão passear nas estrelas
pois é dia da poesia
distribuam muitos beijos
aproveitem tal ensejo
viajem na fantasia

Ninguém fique sem palavras
como ocorreu comigo
façam poemas bonitos
escrevam em seus jazigos
" eu voei na imaginação"
não deixem sonhos por razão
à poesia deem abrigo

Cantem e dancem pelas ruas
escrevam seus devaneios
amordacem as tristezas
contemplem lindos seios
distribuam fascinação
o amor lidere a comunhão
e vença por todos os meios

Não logrei fazer um cordel
tudo bem melancolia
impossível a homenagem
a ode que eu pretendia
como poeira perdida
amargura destruída
se desfez na poesia

Porém ouso daqui gritar
que os versos se espalhem
homenageio a poesia
inda que comigo ralhem
parabéns neste seu dia
nunca finde a alegria
poetas, poetas não parem!

Pin It
Atualizado em: Qua 12 Maio 2010

Comentários  

#1 Rosa Candida 12-05-2010 15:40
Poeta como está lindo o seu Cordel!
Adore!
Estrelas pra vc sonhar, estrelei

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222