person_outline



search
  • Artigos / Textos
  • Postado em

O ultimo RPG part: 1

Os momentos mais divertidos e importantes da nossa vida só lembramos e nos arrependemos de não ter feito nenhum registro fotográfico anos depois de ter acontecido, essas coisas acontecem pois existe momentos que o único registro deve ficar em nossa memória e anos depois ficar relutando remoendo memórias e acontecimentos do passado até a achar o momento que você encontra o que procurava e fica rindo sozinho relembrando pequenos detalhes. 
Eu tinha 13 pra 14 anos quando conheci esse garotos isso foi em 2009 borá faz muito tempo pra mim não parece que foi que já se passo muito tempo, principalmente nas noites que não consigo dormir e minha única companhia são as lembranças do passado e todas as seções de RPG que eu jogava quase todo domingo a tarde junto com eles pode parecer meio bobo mais isso pra mim e pro resto do turma era um clube ou um mundo  só nosso para onde íamos quase todo domingo andar por todo mundo procurando trabalho ou caçando algo ou simplesmente porque tínhamos que ir para ver que o destino nos reservava naquela tarde de domingo não existe palavras para descrever aquelas tardes de domingo. Nos só nos encontrávamos no domingo de manhã quando íamos pro escoteiro e passávamos a parte da manha aprendendo da nós, táticas de sobrevivência, montar uma barraca, fazer leituras de mapas e bussolas e coisas do tipo depois voltávamos pra casa por volta de 11:45 para almoçar e as 14:00 tínhamos que estar na casa do Fred ou do Peter para passar o dia todo jogando RPG começávamos por volta das 14:30 ou 15:00 sempre tendo rosquinhas, amendoins e algum refrigerante como tira gosto e só terminávamos ás 23:00 ou quando um dos nossos pais ligava para nos ligava e mandava nós voltar para casa e quando era feriado na segunda-feira virávamos a noite jogando e só parávamos por volta das 09:45 nós éramos em quatro sabíamos pouca coisa sobre nós mais éramos tão unidos que não bastava saber muito para perceber que algo não estava bem nos domingos e nos dias que saímos para acampar com o escoteiro não importava que acontecia éramos uma família no final do dia estávamos juntos conversando e pensando no próximo RPG ou relembrando seções e as aventuras anteriores principalmente os fatos mais engraçados como a mulher do demônio, o assalto ao banco que quase deu errado, uma elfa prostituta que nunca dormia ou fazia sexo com alguém e de um anão guerrilheiro que era sempre repreendido pelo seu bando por fazer merda mais no final das contas ele era o herói da historia.
Éramos quatro jovens que numa tarde de domingo nada mais importava apenas que nos interessava era saber o que o mestre havia reservado para nós naquele dia que para nós parecia ser infinito e a hora passava rápido mais não ligávamos para isso, apenas ligávamos e nos importávamos em jogar e interpretar nosso personagem bem. De nós quatro o mais quieto e falava pouco era o Osni ele era o mais quieto da turma mais quando ele falava algo sempre riamos ele era o tipo de um comediante que esperava a hora certa para soltar uma piada e fazer todos caírem na risada. O ano era de 2013 ainda estávamos de férias da escola e do escoteiro o que facilitava para todos nós que passávamos quase que a semana toda jogando RPG a folga era apenas de dois ou três dias sem jogar, por alguma razão eu sentia que aquele ano seria diferente e eu sentia que o resto da galera também sabia disso eu não dizia nada esperando que eles comentassem algo sobre como ninguém dizia nada sobre eu ficava na minha talvez todos nós esperávamos alguém comentar algo pra poder falar também mais como ninguém dizia nada ficávamos quieto sem dizer nada.
Naquela ultima semana de janeiro de 2013 todos nós havíamos combinado de jogar RPG na casa do Fred como de costume a tarde entre 14:00 e 15:00 como de costume na maioria das vezes eu me atrasava mais sempre chegava um pouco antes de 15:30, naquele dia íamos jogar uma aventura nova um sistema de novo que o Fred havia aprendido enquanto viajava para o Paraná para passar o natal e o ano novo borá tenha conseguido fazer uma adaptação para o 3D&T preferimos jogar sem a adaptação para saber como era esse novo sistema, o único ruim de jogar em um sistema novo era a demora pra escolher e montar personagens e distribuir os pontos nos atributos. Mas naquele novo sistema todos nós seriamos humanos faltava apenas determinar a classe, pela primeira vez desde que eu me lembre eu iria jogar com um humano com a classe guerreiro.
- Vai jogar de guerreiro? – perguntou Peter.
-Sim o porquê eu não sei, mais é sempre bom experimentar algo novo e você?
- To em duvida entre aladino e mago.
- Joga de aladino assim tu pode fazer a limpa e eu te prender depois – e você Osni vai jogar de que?  Logo depois de dizer eu peguei um dos livros dungeons and dragons que sempre ficava na mesa próximo ao mestre.
- Eu ainda não sei bem to em duvida entre paladino e clérigo. E fico olhando o livro de classes com a testa franzida como se estivesse pensando em algo ou se perguntando de algo como se havia guardado uma coisa e estava tentando lembrar onde pôs.
Enquanto os outros terminavam de fazer o personagem Fred ficava escrevendo algo em um caderno que ele tinha onde ele anotava tudo e fazias as historias para o RPG e fichas de alguns NPC, enquanto eu reparava pela janela da sala a vista do apartamento, o movimento dos carros borá não havia muito movimento na avenida que dava pra ser vista e as janelas dos outros apartamentos que em algumas dava pra ver a televisão ligada na sala dos apartamentos Peter falou.
-Eu acho que da pra fazer uma virada lá em casa essa semana que vocês querem?
-Por mim tudo bem acho que da pra nos dois, que acha Osni? –disse Fred.
- Sem problemas – disse Osni sem dar muita atenção á conversa toda.
- E você Bryan vai poder ir? –perguntou Peter.
- Dependendo do dia da semana eu acho que sim, só me avisa antes.
Na verdade eu sempre podia sair na hora que eu quisesse eu quase nunca saia de casa principalmente nas férias, meus pais viajam muito e levava os meus irmãos junto na maioria das vezes eu ficava em casa sozinho por quase duas semanas sair de casa as vezes me deixava mais tranqüilo e me fazia pensar no que fazer no dia seguinte ou até mesmo durante a semana. Meus pais não ligavam muito se eu passasse um tempo fora de casa afinal de contas era raro eu sair pra fazer algo ainda mais durante as férias onde eu era quase invisível para eles, se preocupavam mais com os meus irmãos e os controlavam maximo que podiam e acabavam me deixando meio que de lado então tinha liberdade para sair eu só tinha que voltar antes de 00:00 para que não ficassem irritados e preocupados borá não fizesse muita diferença se eu passasse da hora minha mãe apenas brigava comigo e eu como sempre pedia desculpas e ficava tudo certo e tudo voltava a ser como era e como nada tivesse acontecido.
Enquanto eu pegava os dados na mochila e Fred e Peter continuavam conversando Osni disse:
- Terminei o meu personagem.
Todos nós paramos que estávamos fazendo e rapidamente Fred conferiu a ficha do Osni para checar se estava tudo certo e devolveu o caderno para o Osni logo depois todos nós começamos a jogar e prestar atenção no Fred e em todo o cenário que ele descrevia onde ia começar todo o jogo.
Pin It
Atualizado em: Dom 18 Mar 2018
  • Nenhum comentário encontrado

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222