person_outline



search

HUMILDADE

A verdadeira riqueza prende-se à HUMILDADE, sinônimo do comportamento das atitudes aos gestos da sensibilidade.

O HUMILDE é o desenvolvimento dos propósitos aos resgates.

O HUMILDE é o bom conselheiro, o ombro amigo, é a saída para as retomadas.

O HUMILDE é o portador da verdade chegada ao diálogo e do auxílio.

O HUMILDE é o adequador das propostas até dos erros.

O HUMILDE sabe perdoar, colher da traição o melhoramento para os inimigos.

O HUMILDE é o lapidador das fraquezas, o regenerador do pré-estabelecido à vida.

O Humilde é o último a chegar pelo respeito das boas obras dos primeiros que chegaram.

O HUMILDE edifica nos momentos oportunos a força, o estender das mãos aos fracos sem humilhações.

O HUMILDE desconhece o ato de criticar, apenas consegue adequar as transformações para o crescimento do seu alheio.

O HUMILDE é ausente da inveja, sua potencialidade é exemplo, também espelhado do seu próximo.

O HUMILDE é a razão do AMOR, sem discriminação, é o desenvolvimento da alma, do concreto para o abstrato.

O HUMILDE é a elevação, é o bálsamo salutar à regeneração das falhas.

O HUMILDE é o conhecedor das idas e voltas, das provas e dívidas

O HUMILDE é o religioso, é a própria experiência voltada a espalhar as boas ações na FÈ.

O HUMILDE não passa, ele permanece, representa CALMA E SENSATEZ.

A HUMILDADE na presença do HUMILDE se traduz no ensinamento de JESUS à sua PARÁBOLA do bom semeador:

PROCUREMOS NA HUMILDADE AS ROCHAS QUE GERMINARÃO AS NOSSAS SEMENTES DE HUMILDES.


MOMENTO DE REFLEXÃO
MENSGEM  RELIGIOSA

Pin It
Atualizado em: Sáb 4 Set 2010

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222