person_outline



search

Má temática

Má Temática
Eu sonho muito. Quase todos os dias. Em verdade são sonhos misturados com imaginação. É naquele momento da noite ou da manhã em que não temos bem certeza se estamos dormindo ou acordados. Quem tem vida mais ativa não sabe o que é isso, pois está sempre correndo. Mas quem tem algum ócio e pode acordar mais tarde entenderá.
Num destes meio-sonhos fui visitado por uma fada. Não sei se era uma fada madrinha. O que sei é que era uma fada. E não uma fada comum, mas uma fada específica. A fada do "aprender". Ela me disse que veio por estar cansada das minhas queixas de que tenho dificuldades em aprender. E tenho mesmo. E muita.
Como já tenho uma certa idade (Uma certa idade é quando a idade já começa a ser incerta.) eu pensei que fosse normal não aprender. Mas ela me disse que não. O normal é aprender. Quando temos dificuldades em aprender há algo a ser investigado. E começou a ajudar-me a fazê-lo.
Ela sabe muito bem que meu campo de interesse principal é a filosofia. Gosto também de psicologia, história e coisas do gênero. E não entendo perfeitamente todas elas. Sou um amador em todas estas áreas. As vezes penso que realmente amo a dor: a dor de saber cada vez mais que sei cada vez menos. Mas voltemos a fada e suas explicações...
Ela me fez a seguinte pergunta: - Você consegue aprender matemática com facilidade? Minha resposta foi não. Sei pouco de matemática e esta sempre foi uma das áreas em que tenho mais dificuldades. Então ela disse: O problema pode não estar em você e sim na matemática. Vejamos:
A matemática é considerada uma ciência exata. Parte do concreto para o abstrato. Dizem que se pode questionar tudo: menos a matemática. Dois mais dois serão sempre quatro. Aqui ou em Marte. Hoje, ontem e amanhã. Mas será exato isso? Vamos por a prova.
Continuou ela: Tente responder as questões seguintes: 
2+ 2 = ?           
Vamos tirar a prova. É claro que se eu junto duas maças com outras duas terei quatro maças. Se juntar duas maças com duas laranjas terei quatro frutas. Se juntar duas maças com dois livros terei quatro coisas. A ideia de unidades segue firme e forte. Mas resistirão a um pouco mais de stress?
Junte em uma jaula dois tigres e duas ovelhas. O que teremos? Provavelmente ao cabo de algum tempo teremos 2 + 2 = 2 
4 + 4 = ?
Quatro pedras de gelo mais quatro pedras de gelo é igual a água. Se quisermos defender a ideia que sejam 8 pedras de gelo teremos que ser rápidos. O tempo corre contra nossa teoria.
4 + 4 + 4 = ?
 Quatro copos de água, mais quatro limões, mais quatro pedras de gelo dá uma limonada. Azeda é verdade. Mas nunca doze de nada. Para que sejam doze não podemos "somar". E gelo, definitivamente, parece não gostar de matemática.
1 + 1 = 50   Como? Um atirador mais uma arma pode fazer 50 vítimas. 
1 + 200 = n  Um motorista embriagado, um carro a 200 por hora, e tudo pode acabar em milhares de pedaços.
Podíamos ficar nisso infinitamente. Minha fada insiste que nossa resistência em aprender vem do fato que a matemática só vale em condições limitadas, com termos e elementos bem definidos. Quando tenta avançar fora dos seus domínios cria abstrações que não encontram nada de concreto como referência. Assim nossa mente se nega a apreender aquilo quando percebe que tentam fazer dela mais do que ela pode realmente.
Fiquei satisfeito com a ideia. Agora me sinto menos ignorante e menos resistente a aprender. Quando eu não conseguir entender algo vou me dar um voto de confiança. Mesmo em filosofia. 
Mas infelizmente minha fada não ficou apenas na matemática. Foi da geografia a história. Passou pela religião e filosofia. Mostrou o quanto se distanciam nossas visões simplistas destas disciplinas dos verdadeiros conteúdos que elas apresentam ou devem apresentar.
Por hora fico contando maças, ou laranjas, ou pêssegos. Mas não vou usar gelo, ou água, ou fogo. Também é melhor não usar a matemática para questões metafísicas, espirituais ou coisas assim. 
Afinal um homem mais uma morte dá quanto?
Pin It
Atualizado em: Sáb 16 Mar 2019

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222