person_outline



search

André do Rap

 
Marco Aurelio Mello não é juiz. Tá, ele é juiz do Superior Tribunal Federal (STF), chamado também de ministro do STF. Assim como ele, dos 11 juízes do Supremo, fora o Luiz Fux, nenhum era juiz antes do STF, apesar de a lógica indicar essa cadeira como o auge da carreira.
 
Com a aposentadoria de Celso de Mello, Marco Aurélio Mello tornou-se decano (mais antigo) da Corte, tendo sido indicado pelo presidente Fernando Collor de Mello, seu primo.
 
Semana passada, em decisão monocrática, Marco Aurélio se mostrou muito mais eficaz que um túnel, e ajudou André de Oliveira Macedo, conhecido entre a bandidagem como André do Rap, traficante de drogas, a escapar da penitenciária de Presidente Venceslau (10/10). André do Rap, através da sócia do ex-assessor de Marco Aurélio Mello, impetrou um Habeas Corpus, que, por “coincidência”, caiu na mão de seu antigo patrão Marcão do STF. “É nóis!”
 
Não, apesar da alcunha André do Rap não é cantor, Além disso, ele é um péssimo exemplo como cidadão: não fosse o suficiente seu histórico como líder do PCC e traficante condenado, ele não ficou em casa, nem usou máscara (só para disfarce). André cometeu fraude processual, fugindo, em vez de aguardar mais duas condenações. O traficante desobedeceu o ministro. Marco Aurélio cometeu essa lambança e nem ficou com vergonha, até concedeu entrevistas defendendo sua estúpida decisão.
 
O plenário votou para que o traficante volte a ser preso. Tarde demais, o cara deve estar longe Que vacilo! Eu, se quebrasse um copo, já ia me mortificar por isso. O governador de São Paulo, João Doria, calcula que serão gastos R$ 2 milhões (a cada 120 dias) para prendê-lo novamente. Acertadamente, João ameaça enviar a conta para o juiz irresponsável. 
 
O presidente Jair Bolsonaro indicou o desembargador Kássio Nunes Marques para o STF. Essa indicação foi muito criticada, por ele parecer mais do mesmo, tendo sido elogiado por pessoas suspeitíssimas. Kássio já está vendo de “camarote” como não agir, porque a repercussão é enorme e negativa.
 
Neymar não importa, os que interessam são outros 11: Luiz Fux, Alexandre de Moraes, Edson Fachin, Cármen Lúcia, Rosa Weber, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski, José Dias Tofoli, Luís Roberto Barroso, Marco Aurélio Mello e Kássio Nunes Marques.
Pin It
Atualizado em: Ter 20 Out 2020

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222