person_outline



search

Seguir em Frente

Chegou a hora. A brincadeira acabou. E estou com bem mais do que um joelho esfolado. Tenho que decidir se sou uma criança mimada ou a mulher corajosa que acredito ser. É deixar o orgulho para o lado, olhar em seus olhos e dizer o que sinto. Isso mesmo: olho no olho. Nada de celular. Estou tirando a minha máscara e quero ver a sua cair. É. Saberei se você quer a mulher ou continuar brincando com a garotinha. Mas a criança se machucou e está indo embora cuidar de suas feridas. Não posso continuar caminhando sem sair do lugar. Ou você pega a mão da mulher e segue em frente, ou a criança te jogará barranco abaixo.

Pin It
Atualizado em: Sáb 8 Jan 2011

Comentários  

#4 AJO 26-01-2011 13:32
A transição de mundos, de hábitos e de valores. Hoje sendo aquela que aprende, por necessidade, o amanhã. Poema decisivo, coeso. Adorei, estrelado e parabens
Grande Abraço
AJO
#3 Niki_ 25-01-2011 10:51
Mande a criança embora...lindo poetar!
#2 azara 24-01-2011 21:27
parabens.
#1 tania_martins 16-01-2011 18:41
Gostei. Abraços.

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222