person_outline



search

Abrace-me na Solidão

Logo eu, que desconfiava de tudo, preferia sentir dor por não ter nada à dor de sentir por tudo, acreditei que seria diferente. Com você seria diferente. Deixei de acreditar que todo relacionamento está fadado ao fim, e comecei a ver que talvez pudesse dar certo. Não porque eu queria enxergar dessa forma, mas porque você me disse. Disse que me imaginava ao seu lado. Que eu era diferente. Diferente… Foi isso que te assustou? Eu não gostar de festas, minha timidez exagerada, minha ambição, meu orgulho, minha dissimulação e minha mania de não dizer de forma clara o que sinto? Ou talvez o fato de gostar da solidão? Eu me sentia bem. Eu gosto de ser assim. Você disse que gostava de mim assim. Ou não foi isso que você quis dizer?

E sabe o pior? Eu acredito em nós. Eu acredito que poderemos nos ver algum dia. Tenho medo que você encontre outra. Tenho medo de não querer mais ninguém, assim como eu rejeito tudo o que é perfeito para mim, mas esta perfeição que não me completa. Mesmo que você seja a pessoa errada, eu quero ficar com você e torná-lo certo. Quero que você me mostre o que há dentro de mim. Essa coisa que não consigo enxergar porque a cortina escura da solidão não deixa. E mesmo que eu a afaste, a fumaça do pessimismo me sufoca, e não posso ir além. Dê-me sua mão e me leve além. Ou então, fique ao meu lado e me abrace nesse escuro…

Pin It
Atualizado em: Dom 13 Fev 2011

Comentários  

#1 tania_martins 18-02-2011 18:29
Parabéns!

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222