person_outline



search
  • Sonhos
  • Postado em

Espelho de Sonhos

A aurora rompe o espelho
Tentando acordar minha imagem
Os olhos zonzos bocejam embaciados
Enquanto o sol empresta-me luz

Amanheço metade de mim
A outra parte ainda noturna
Adormecida permanece em fantasias
Bebendo das fímbrias do luar

Que goteja transido de amor
Surge teu rosto e deitas-te nas minhas pálpebras
O som do teu riso hipnotiza minha boca
Embalada pelos teus lábios

Feito alvoroço de brisa
Provo dos teus beijos, flor-menina
Enredas tuas mãos nos meus cabelos
Como se tecesses a saudade em cada fio

Cego, deixas-te guiar incandescente
Entregue as vozes do meu corpo
Que te conduzem a labirintos
Onde meus tremores refletidos

Fitam as portas dos teus desejos
Perco-me de tua imagem no sopro do dia
Espelhos não guardam lembranças
Estilhaçam teu olhar que sorri em meus sonhos...

Pin It
Atualizado em: Qua 18 Ago 2010

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222